Opinião

Um hino à República da Toga

Um hino à República da Toga

Um hino à República da Toga – Imagem: Renato Aroeira

O Judiciário exerceu influência fundamental para a concretização do golpe parlamentar perpetrado contra a presidenta Dilma Rousseff.

Da navegante Jânia Paula para o site Nossa Política.

HINO: O GRITO DAS VÍTIMAS DO SISTEMA JURÍDICO

Não ouvem no Judiciário da tridimensionalidade fragmentária
De togados justiceiros o abuso é retumbante
E o Direito e as liberdades, de ultima ratio
Brilha a violação no céu da Pátria nesse instante
Se o penhor dessa iniquidade
Conseguiram impor com a tridimensionalidade
Em teu entendo, jaz as Liberdades
Desafia o Civil Law a própria morte!
Ó Sistema Jurídico amofinado
Idolatra
Do estelionato! Lesa-pátria!
Judiciário, um abuso de autoridade intenso, um desrespeito vívido
De esbulho e de grilagem à estrutura do Estado
E em tua desvirtuada coerção, dissimulada e abstrata
A imagem das transgressões dos Direitos Civis resplandece
Gigante pela própria natureza
És tirano, és inseguro, temerário colosso
E o teu futuro espelha a incerteza
Terra do status
Entre outras duas
És tu, Poder Judiciário
Ó verborrágico inanimado!
Dos filhos deste solo és mãe conflituosa
Despacificadora irresoluta
Justiceira do Brasil!
Deitado eternamente na impunidade
Ao som da inaplicabilidade da Lei e à desobediência profunda
Fulguras, ó Judiciário, florão da norma
Anti-técnica Jurídica do Terceiro Mundo!
Do que a terra mais necessita
Tua imperícia, negligência e imprudência têm mais Fórceps
“O devido processo não tem mais vida”
“O Direito” no seu manejo “mais prevaricadores”
Ó Sistema Jurídico amofinado
Idolatra
Do estelionato! Lesa-pátria!
Sistema Jurídico, de abusos de autoridade seja combatido
O lábaro que ostentas és ilícito
E diga a fraude desta flâmula
– O poder só pode ser exercido pelo constituinte
Mas, contra sua injustiça a clava forte
Verás que um defensor dos Direitos Civis não foge à luta
Nem teme quem desafia o Civil Law a própria morte!
Terra do status
Entre outras duas
És tu, Poder Judiciário
Ó verborrágico inanimado!
Dos filhos deste solo és mãe conflituosa
Despacificadora irresoluta
Justiceira do Brasil!

1 Comentário

Deixe um Comentário!