Notícias

O desenfreio privatista de Temer começou

O desenfreio privatista de Temer começou

O desenfreio privatista de Temer começou – Foto: Carolina Antunes/PR

A intenção é transformar em realidade a ideia do estado mínimo; em nome de um projeto privatista, Temer vai entregar até estatais brasileiras.

Michel Temer apresentou hoje (13) o plano de concessões e vendas de 32 projetos nas áreas de energia, aeroportos, rodovias, portos, ferrovias e mineração.

Segundo informações do G1, no final da manhã desta terça, o governo divulgou documento que mostrava um número menor de projetos, 25. Depois, em coletiva, o plano foi detalhado e o número de projetos para concessão ou privatização passou para 30. Mais tarde, foram informados 32.

A seguir, detalhes de tudo o que será concedido ou vendido pelo governo:

Concessão de aeroportos:

– Porto Alegre

– Salvador

– Florianópolis

– Fortaleza

Concessão de terminais de carga:

– Porto de Santarém/PA (combustíveis)

– Rio de Janeiro/RJ (trigo)

Concessão de rodovias:

– TrechoBR-364/365, entre Goiás e Minas Gerais

– Trecho BR-101/116/290/386, no Rio Grande do Sul

Concessão de ferrovias:

– Norte-Sul

– Ferrogrão

– Fiol (Ferrovia de Integração Oeste-Leste).

Concessão de hidrelétricas:

– São Simão (na divisa entre Minas Gerais e Goiás)

– Miranda (Minas Gerais)

– Volta Grande (São Paulo)

– Peri (Santa Catarina)

– Agrografo (Santa Catarina)

Venda de distribuidoras antes administradas pela Eletrobras em:

– Roraima

– Acre

– Amazonas

– Rondônia

– Piauí

– Alagoas

Leilão de áreas para exploração de óleo e gás:

– 4ª rodada de licitação de campos marginais de petróleo e gás: edital no 2º semestre de 2016, leilão no 1º semestre de 2017

– 14ª rodada de licitações de blocos de petróleo e gás sob o regime de concessão: edital no 1º semestre de 2017, leilão no 2º semestre de 2017

– 2ª rodada de licitação do pré-sal sob o regime de partilha: edital no 1º semestre de 2017, leilão no 2º semestre de 2017

Concessão das empresas de água e esgoto de:

– Rondônia

– Pará

– Rio de Janeiro

Concessão de áreas de mineração:

– Fosfato (entre PB e PE)

– Cobre, chumbo e zinco (TO)

– Carvão de candiota (RS)

– Cobre (GO)

2 Comentários

  • “Temer vai entregar até estatais brasileiras.”
    Achei que ele iria vender, não?
    “Michel Temer apresentou hoje (13) o plano de concessões e vendas de 32 projetos nas áreas de energia, aeroportos, rodovias, portos, ferrovias e mineração.
    Concessão de aeroportos, Concessão de terminais de carga, Concessão de rodovias, Concessão de ferrovias, Concessão de hidrelétricas, Venda de distribuidoras antes administradas pela Eletrobras, Leilão de áreas para exploração de óleo e gás, Concessão das empresas de água e esgoto, Concessão de áreas de mineração.”
    Não é pouco? Deveria privatizar tudo que está em mãos do governo.

  • Ainda bem! Quanto menos estado, mais concorrência e com isso mais capitalismo que deu certo no mundo todo, ao contrário do socialismo que não tinha comida né? Venezuela

Deixe um Comentário!