Notícias

A PF chega aos caciques do PMDB

A PF chega aos caciques do PMDB

A PF chega aos caciques do PMDB – Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

A PF tem indícios de que Renan Calheiros, Valdir Raupp, Romero Jucá e Jader Barbalho receberam propina disfarçada de doações legais.

São todos peemedebistas e formam núcleo do governo golpista de Michel Temer.

Saiu no Congresso em Foco:


PF reforça suspeita sobre Renan, Jader, Raupp e Jucá

A Polícia Federal tem indícios de que o PMDB e quatro senadores peemedebistas – Renan Calheiros (AL), Jader Barbalho (PA), Valdir Raupp (RO) e Romero Jucá (RR) – receberam propina disfarçada de doações legais de empresas que construíram a usina de Belo Monte, no Pará. As informações constam de inquérito em tramitação no Supremo Tribunal Federal (STF) ao qual a Folha de S.Paulo teve acesso.

De acordo com o documento, um desses indícios é o volume de contribuições que o partido recebeu das empreiteiras que integram o consórcio que construiu a hidrelétrica: R$ 159,2 milhões nas eleições de 2010, 2012 e 2014. Os recursos foram repassados por nove empresas para os diretórios nacional e estaduais do partido e comitês financeiros do PMDB.

O montante representa mais que o dobro dos R$ 65 milhões doados oficialmente pelas principais empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato à campanha presidencial de Dilma Rousseff em 2014.

Em delação premiada, o ex-presidente da Andrade Gutierrez Otávio Marques de Azevedo disse que o consórcio que fez a obra da usina pagou suborno de 1% sobre o valor do contrato, de R$ 13,4 bilhões. Ou seja, R$ 134 milhões. Outro delator, Flávio Barra, da AG Energia, contou que boa parte da propina foi paga por meio de doações oficiais a partidos.

O ex-líder do governo no Senado Delcídio do Amaral (MS) declarou, em depoimento à Polícia Federal, que Renan, Raupp, Jader e Jucá comandavam o esquema de desvios de empresas do setor elétrico. Na época, o ministro de Minas e Energia era o também senador Edison Lobão (PMDB-MA), indicado pelo PMDB. O inquérito aponta que os quatro parlamentares citados por Delcídio receberam as maiores contribuições de suas campanhas não de empresas, mas do PMDB.

(…)


4 Comentários

  • Olha ai os cacique do PMDB,relacionados em desvios de dinheiro na construção da usina de belos monte, com a palavra o supremo, duvido que de em alguma coisa mas??????????.

  • caro amigos jornalista e redator vocês fazem milagres em trazer novas noticias e demais as noticia temet /jardel/sergio machado e outros precisamoa no proximo pleito de 03 partidos só , e 54 sen e deput com ficha limpa desde vereador/prefeito/dep.est /federal /senado e presidente, informar os eleitores que o sistema que temos não é verdadeiro presidencialita e sim parlamentarista esta e a verdade, veja mente na cara de pau, não tem argumento intrego,algo que te dar prazer em ouvir, comentar e muito triste, precisamos mudar tudo e só voces da midia tem o poder de fazer acontecer tudo de bom , grato matos 038 – 99139 – 1097

Deixe um Comentário!