Blog do Mailson Ramos

Média de Moro é um petista preso por semana

Média de Moro é um petista preso por semana

Média de Moro é um petista preso por semana – Foto: Reprodução

Moro prende Palocci. É mais uma fase da operação Lava Jato preanunciada pelo ministro porta-voz e organizada para atrair a mídia.

Ainda ontem, no Twitter, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, cantou a pedra: nesta semana haveria nova fase da Operação Lava Jato. O que significa: vamos prender mais um petista.

A bola da vez é Antônio Palocci.

Moro não convoca mais investigado a depor. Agora é mandado de prisão, com condução coercitiva.

Não importa o que digam os mais renomados juristas sobre estas operações midiáticas: o Moro só segue a sua linha de ação em que a segurança jurídica foi para as cucuias.

Não são prisões. São processos midiáticos em que se procura chamar a atenção do eleitorado – na pré-eleição – para o que significa o PT na visão dos antipetistas.

É o que a senadora Gleisi Hoffmann chamou de “operação boca de urna”.

Golpistas conduzidos para depor? Nem pensar.

Tudo indica que Sérgio Moro dará ao PMDB a segurança que deu ao PSDB desde que esta operação surgiu.

Todo mundo sabe que a maioria dos caciques peemedebistas está enrolada até o pescoço na Lava Jato. Mas onde estão as conduções coercitivas? Onde estão os mandados de busca para depor?

Pelo visto, o governo usurpador não vai cometer o mesmo erro de Dilma que deixou a Lava Jato subir a rampa do Planalto.

Ademais, Alexandre de Moraes parece ser mais astuto do que Zé Cardoso.

Deixe um Comentário!