Blog do Mailson Ramos

Delação boa é aquela que ‘ferra’ o PT

Delação boa é aquela que ‘ferra’ o PT

Delação boa é aquela que ‘ferra’ o PT – Foto: Beto Barata/ Estadão

O ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, retornou a Curitiba para arrumar uma maneira satisfatória de agradar a Sérgio Moro: descer a lenha no PT.

A Lava Jato não esconde o viés político; em nova delação – a que citava Aécio Neves foi suspensa pela PGR – Léo Pinheiro afirmou a Sérgio Moro que o ex-ministro de Relações Institucionais do governo Dilma Rousseff, Ricardo Berzoini, participou de reunião na casa do ex-senador Gim Argello (PTB-DF) em que foi tratado da blindagem ao governo nas investigações da CPI da Petrobras, em 2014.

Em 22 de agosto, a PGR suspendeu as negociações do acordo de delação premiada de Léo Pinheiro e de outros executivos da empreiteira; segundo Rodrigo Janot, houve quebra de confidencialidade, uma das cláusulas do pré-acordo firmado há duas semanas entre o grupo de trabalho do MPF e os advogados da empreiteira.

Aquela delação, vazada para a revista ‘Veja’ acabou ganhando repercussão pelo envolvimento do ministro do STF, Dias Toffoli. De repente, Janot e os procuradores do Ministério Público se contorceram ao ver este vazamento – o enésimo – na capa de uma revista. Mas ontem, tão logo Léo Pinheiro deixou a sede da PF, o teor da sua delação já estava sendo publicado em boa parte da grande mídia. E aí, Dr. Janot?

O mantra desta gente é “as instituições públicas estão funcionando”, mas todo mundo sabe que o empreiteiro preso em Curitiba só tem uma escapatória: ferrar o PT. Ou então apodrecer numa cela com reiterados mandados de prisão preventiva.

De outro modo, não há como sair de lá. E não adianta relacionar tucanos ao esquema, porque isso não vem ao caso. O foco foi, é e será o PT até o dia em que funcionar aquele esquema. Vejam os amigos e amigas navegantes que os meninos da JBS pagaram R$ 1 bi para retornarem ao comando da Friboi. Já pensaram se o dono da holding fosse o Lulinha?

1 Comentário

Deixe um Comentário!