Notícias

Gustavo Abagge: quem é o agressor de Letícia Sabatella?

Gustavo Abagge: quem é o agressor de Letícia Sabatella?

Gustavo Abagge: quem é o agressor de Letícia Sabatella? – Foto: Reprodução/Facebook

O jornalista Bob Fernandes escreveu em maio de 1998 a edição de CartaCapital que tratava do escândalo do Banestado. Pois um dos agressores de Letícia Sabatella seria filho de Nicolau Elias Abagge, ex-presidente do Banestado, a maior lavanderia do mundo.

De Bob Fernandes, em seu Facebook:


Leio que Gustavo Abagge é o cara que chamou Leticia Sabatella de “puta” em meio a uma manifestação em Curitiba. Gustavo seria filho de Nicolau Elias Abagge, ex-presidente do Banestado, do Paraná.

Na farra das contas CC-5 este banco, entre outros, tornou-se símbolo de lavanderia de dinheiro porco; sonegado, na melhor das hipóteses. Por ele, e outros, fortunas – me lembro de certo Bilhão – eram enviadas para paraísos fiscais.

Quem conheceu as listas de dinheiro enviado pra fora via gambiarras nas CC-5 sabe que muitos do que agora bradam, e vários dos que mancheteiam contra a “córrupissão” estavam naquela farra.

Conheci tais listas porque em 34 páginas escrevi, em Maio de 98, a única edição extra de Carta Capital, “Brasil: a maior lavagem de dinheiro do mundo”. Tratava desse tema, toda a edição.

Lembrar daquela longa apuração e ver certos tipos pontificando sobre “ética” nas ruas, mídias e redes, provoca engulhos: como conseguem ser tão cínicos, tão hipócritas?

Mas voltando à Sabatella, aos zurros curitibanos, e ao cara que é filho do cara, uma constatação: a neurociência avançou barbaridades, a farmacopeia idem, mas o velho e bom Freud ainda explica muito…


[color-box color=”white”]NP

 

 

Não nos esqueçamos de que o juiz responsável por investigar o escândalo do Banestado era Sérgio Fernando Moro; o doleiro era o Alberto Youssef; mas os investigados eram tucanos. Resultado: ninguém foi preso. Luta contra a corrupção?[/color-box]

3 Comentários

  • Como já comentado em várias ocasiões, as centrais nunca deixarão de apoiar o governo. No caso do salário mínimo, fingiram que estavam contra e depois recuaram. Agora, fingem que recebem repreesões do governo, da presidente, para colaborar com a imagem de durona que tentam passar dela.

  • Alguém pode demonstrar a evolução patrimonial desse NIcolau Elias Abagge, no período em que presidiu, a lavanderia do BANESTADO? E a relação dele com o Youseff e o Dr.Moro?

Deixe um Comentário!