Blog do Mailson Ramos

Quantos homens precisam ter a coragem de Dilma?

Quantos homens precisam ter a coragem de Dilma?

Quantos homens precisam ter a coragem de Dilma? – Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Em entrevista ao Conexão Repórter, de Roberto Cabrini, a presidenta eleita Dilma Rousseff afirmou, entre outras coisas, que não renunciará.

Entre duríssimos questionamentos do jornalista Roberto Cabrini, a presidenta eleita afirmou que não dará aos inimigos o presente da renúncia.

Intrépida e firme nas respostas, ela não hesitou em dizer que a sua trajetória é a resposta para o fato de não ser corrupta.

Determinada a enfrentar os desafios que o governo golpista lhe impõe, Dilma diz não reconhecer Temer como presidente da República e muito menos o seu programa de governo.

“Porque o projeto de governo é meu. Ele foi eleito pelo projeto do meu governo”, afirmou.

Sobre o processo de impeachment, é categórica ao afirmar: “Sou vítima de um julgamento fraudulento, que tem como objetivo fazer uma eleição indireta”, afirmou, recordando que os seus antecessores também cometeram as chamadas pedaladas fiscais. “Ou é crime para todo mundo ou não é para ninguém”.

Dilma também disse que Temer traiu não apenas a ela, mas também os eleitores. “Temer não foi eleito para fazer o que está fazendo. Foi eleito com o meu programa de governo”.

Assista na íntegra a entrevista da presidenta Dilma ao Roberto Cabrini, no Conexão Repórter:


Deixe um Comentário!