Notícias

Serra ignorou pareceres ao dar passaporte a pastor

Serra ignorou pareceres ao dar passaporte a pastor

Serra ignorou pareceres ao dar passaporte a pastor – Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O ministro interino das Relações Exteriores, José Serra, ignorou três pareceres contra a concessão de passaporte diplomático a pastor.

Saiu no Globo:


Serra ignorou pareceres ao renovar passaporte diplomático de pastor

O ministro das Relações Exteriores, José Serra, ignorou três posições contrárias de áreas técnicas do Itamaraty e renovou a concessão de passaporte diplomático ao pastor Samuel Cássio Ferreira e à mulher do religioso, Keila Campos Ferreira. Samuel é investigado na Lava-Jato por supostamente lavar R$ 250 mil de propina destinada ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

O dinheiro foi depositado em conta da igreja Assembleia de Deus, cujo diretor registrado na Receita é Samuel. Ele preside a Assembleia de Deus no bairro do Brás, em São Paulo. O Supremo determinou a remessa do inquérito para o juiz Sérgio Moro, em Curitiba (PR). O benefício foi concedido ao religioso no governo Dilma Rousseff.

Serra assinou a portaria que renovou os passaportes diplomáticos por três anos em 17 de maio, cinco dias depois de ser nomeado ministro pelo presidente interino, Michel Temer, e um dia antes de sua posse. Esse documento garante isenção de visto em determinados países e atendimento privilegiado em serviços de imigração. A área técnica do ministério foi de forma unânime contrária à concessão dos passaportes. O GLOBO obteve cópia do processo pela Lei de Acesso à Informação.

(…)


1 Comentário

  • Entendendo o jogo. Os ladrões da kleptocracia vivem do escravagismo (foi assim que nasceu a kleptocracia brasileira há 200 anos), da corrupção (e crimes associados) assim como das pilhagens política e amigavelmente favorecidas (é uma questão de “boas relações”).

Deixe um Comentário!