Blog do Mailson Ramos

O PT precisa apoiar Erundina

O PT precisa apoiar Erundina

O PT precisa apoiar Erundina – Foto: Luis Macedo/Agência Câmara

Depois do golpe, o apoio a um candidato aliado ao governo interino de Michel Temer seria impensável. Melhor, imperdoável. O PT precisa apoiar a Luiza Erundina.

O PT precisa entender que, ao apoiar um candidato aliado ao governo golpista, reforçará um contrassenso que pode enfraquecer a luta contra o golpe e desmobilizar a militância.

Apoiar Marcelo de Castro, mesmo tendo sido ele ministro da Saúde do governo Dilma, reflete simbolicamente como o apoio a um candidato do PMDB de Temer, Cunha e Cia.

Cogita-se que Orlando Silva (PCdoB-SP) ainda possa se candidatar antes do pleito; se isso acontecer, naturalmente boa parte da esquerda convergirá os seus votos para ele e para a deputada do PSOL, Luiza Erundina.

Caso a candidatura de Orlando Silva não seja concretizada, o PT deve formar trincheira na esquerda, apoiando Luiza Erundina.

Os candidatos do centrão são seis por meia-dúzia.

Há neles a impertinente representação da aliança com Eduardo Cunha e com este governo de desmonte.

O PT não deve se aliar com aqueles que recentemente promoveram um espetáculo horrendo na Câmara, durante a votação do pedido de impeachment de Dilma.

Não pode se esquecer de que Maia ou Rosso são golpistas de marca maior.

O momento não é de baixar a cabeça, mas de lutar ferozmente por aquilo que acredita. A militância que hoje delibera ainda guarda referências ideológicas do partido a quem segue.

Seria um erro imperdoável deixar de apoiar referenciais ideológicos para apoiar acordos políticos que – por mau passo – se tornam sementes de traição.

1 Comentário

Deixe um Comentário!