Blog do Mailson Ramos

Você vai pagar o pato e trabalhar 80h por semana?

Você vai pagar o pato e trabalhar 80h por semana?

Você vai pagar o pato e trabalhar 80h por semana? – Foto: NP

O governo golpista quer forçar os brasileiros a pagarem o pato: não bastassem os impostos, querem uma jornada de trabalho semanal de 80 horas.

Pouco antes da votação do impeachment de Dilma na Câmara dos Deputados, a Fiesp lançou em diversos jornais a propaganda do “Não vamos pagar o pato”. Além de se mostrar contra o aumento de impostos, a turma do Skaf aproveitou para pressionar – através da grande imprensa – os deputados que se posicionavam contra o afastamento da presidenta.

Dilma foi afastada, Temer assumiu e o pato sumiu. Sumiu porque os impostos que a turma do Skaf não queria pagar virão sobre o lombo do trabalhador; sumiu após a CNI aconselhar o presidente interino a aumentar a jornada de trabalho para 80 horas semanais; sumiu depois de Meirelles dizer que em 2017 os impostos aumentarão novamente.

Quem nunca pagou o pato não vai pagar agora. O trabalhador brasileiro é que corre o risco de ver todas as suas conquistas atiradas no lixo; a CLT pode ser pulverizada por Michel Temer. O discurso do presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, ontem (8), foi muito sintomático: aumentar a jornada semanal de trabalho como aconteceu na França é sinal de que querem fazer o brasileiro de bobo.

A redução de direitos trabalhistas vingou nas premissas dos patos que Skaf andou inflando na Avenida Paulista e em Brasília; este pato, com seu discurso vazio, conseguiu atrair também trabalhadores. Mas foi aderido, quase por unanimidade, por empresários dispostos a destruir os governos trabalhistas. É muito natural que hoje, o trabalhador que participou destas mobilizações, esteja com um pé atrás. Melhor colocar os dois.

Leia também:

De onde saiu, por exemplo, o dinheiro para a propaganda do pato? De onde saíram os jatinhos que foram colocados à disposição de deputados ainda vacilantes sobre o voto do impeachment e localizados longe de Brasília? De onde veio o dinheiro que pagou filé-mignon a manifestantes favoráveis ao impeachment, acampados dia e noite em frente à sede da Fiesp, na Paulista?

Difícil saber quem está por trás de tudo isso? Não. Difícil é o brasileiro fazer estes questionamentos essenciais para compreender o que realmente acontece neste país. E se o povo não for às ruas, vai acabar pagando o pato que o Skaf rechaçou. A ‘Pinguela’ Para o Futuro, também chamada de ponte pelo PMDB, falava em legislar sobre o legislado, ou seja, rever leis estabelecidas há muito tempo. O desmonte é constante.

Os partidos trabalhistas sempre lutaram pela redução da jornada de trabalho.  Hoje eles estão em menor número no Parlamento. Amanhã, por uma imposição do mercado, este governo golpista pode ser instigado a aprovar uma lei que aumente a jornada. E você, que participou das manifestações achando que a queda de Dilma e do PT traria novos ares, sentiu apenas o cheiro da naftalina. E pode se nausear com ela daqui para frente, caso o Senado chancele o golpe.

A imagem acima é a representação da campanha do pato da Fiesp. É bom reparar nas cores e perceber – sem mais aprofundamento na teoria dos signos – que o amarelo faz chamar a atenção. Atenção: os brasileiros estão sendo enganados por quem não quer pagar impostos, mas quer aplicá-los no contracheque do trabalhador.

2 Comentários

  • Simplesmente o pobre do povo trabalhador e infelismente ignorante, foi manuseado pela direita, pela imprensa e pela oposição. Usaram o povo, é um truque que eles tem, de obrigar o povo “maria vai com as outras” de apoiar as mentiras deles. Imfelismente o povo é Maria vai com as outras.
    Não tem coragem de ir contra a situação e questioná-la. Ao ouvir os absurdos concordam ao invés de bater de frente usando a verdade e mostrar o erro que quer nos impor. Mesmo que custe perseguição, temos que ir contra a mentira e o que querem nos enfiar goela abaixo.

  • Ainda bem que a maioria dos COXINHAS, que por apoiarem o GOLPE, e estarem ao lado do PATO, pensavam que eram ricos, agora que voltaram à realidade, perceberam que são ricos só em IGNORÂNCIA, terão que pagar o pato também, reclamem para o SAFADO DO PATO SKAF, que ele resolve. Ou quem sabe a janaina POSSUIDA paschoal, divida com eles o dinheiro, que recebeu para entrar com o processo do GOLPE. Obs: janaina com minúscula, pois lixo se escreve com letra minúscula.

Deixe um Comentário!