Notícias

Minha Mansão Minha Prisão: A delação compensa

Minha Mansão Minha Prisão: A delação compensa

Minha Mansão Minha Prisão: A delação compensa – Foto: Reprodução

A recompensa para os delatores da Lava Jato, entre outras indulgências, é a possibilidade de cumprir a prisão em domicílio.

Alguns delatores que se propuseram a entregar todas as informações de que tinham domínio tiveram as suas penas reduzidas e, com isso, a possibilidade de cumpri-las em suas próprias mansões. Um dos grandes exemplos de que a delação compensa foi o Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, que fez acordo de delação premiada e ficou reconhecido por ter gravado conversas com núcleo maciço do PMDB.

Minha Mansão Minha Prisão: A delação compensa

Foto: Mansão de Sérgio Machado/Google Maps

Sérgio Machado deve cumprir pena de dois anos e três meses em prisão domiciliar em sua residência em Fortaleza, uma mansão localizada no Bairro Dunas, no litoral de Fortaleza, e está cercado por outras belas mansões. A região é monitorada por agentes de segurança particular. A residência possui quadra poliesportiva, piscina e garagem para 10 carros.

Minha Mansão Minha Prisão: A delação compensa

Foto: Mansão de Nestor Cerveró

Utilizando uma tornozeleira eletrônica, o ex-diretor da área internacional da Petrobras Nestor Cerveró conseguiu reduzir sua pena total de 17 anos e três meses de prisão – em duas condenações na Lava Jato por corrupção, lavagem de dinheiro e crime financeiro – para 4 anos de reclusão domiciliar. Ele vive com a esposa e uma filha no Condomínio Itaipava, em Petrópolis.

Minha Mansão Minha Prisão: A delação compensa

Foto: Condomínio onde vive Paulo Roberto Costa

Em busca de discrição, Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras e primeiro delator da Operação Lava Jato, não é visto com a frequência de antes, mas pode circular de segunda a sexta, entre 6h e 20h — o regime semiaberto exige recolhimento nos fins de semana. Na vizinhança — 180 casas ocupam os 3,5 milhões de metros quadrados da área total —, um imóvel com mil metros quadrados de área construída está à venda por R$ 14 milhões. Outras propriedades disponíveis para compra oscilam entre R$ 2,5 milhões e R$ 7,5 milhões — nenhuma casa pode ser inferior a 200 metros quadrados, por determinação da convenção.

Minha Mansão Minha Prisão: A delação compensa

Foto: Mansão de Pedro Barusco

Recentemente, Pedro Barusco apresentou à Justiça um inusitado pedido para cumprir a pena imposta a ele no escândalo da Petrobras em uma mansão que tem na praia de Angra dos Reis (RJ). E mais: sem os incômodos de uma tornozeleira eletrônica e tampouco com a obrigação de ficar em casa nos fins de semana.

Como se vê, a delação compensa!

1 Comentário

  • O Sistema de delações premiadas é polêmico mas é o melhor caminho para acabarmos ou reduzirmos ao máximo a corrupção no Brasil. As pena dos delatores é reduzida e eles cumprem em casa, mas é melhor do que ele cumprirem enchendo as cadeias já super lotadas do nosso país, as custas dos impostos da população e continuando com todo o luxo lá dentro. Pq as pessoas acham que eles vão ficar em celas normais nas cadeias? Não sejamos inocentes. Esses delatores como o Sérgio Machado se comprometeram em devolver boa parte do dinheiro desviado e estão colaborando mto com as investigações e a justiça, para que outras pessoas sejam pegas. Eu apoio a Lava Jato e as delações. O restante da população deveria fazer o mesmo. Esse é o caminho!

Deixe um Comentário!