Blog do Mailson Ramos

Quando as manobras vão contra o manobrista

Quando as manobras vão contra o manobrista

Quando as manobras vão contra o manobrista – Foto: Lula Marques/Agência PT

Rei das artimanhas na Câmara, Cunha agora começa a ver que as moedas têm dois lados e acha que está sendo vítima de manobras.

Antes verdugo, Eduardo Cunha apareceu na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados para protelar a caminhada até o cadafalso.

Afirmou que foi vitima de manobras e acusou o presidente do Conselho de Ética, o deputado José Carlos Araújo, de utilizar o processo de cassação para promover a sua imagem.

O rei das manobras utiliza de seu principal artifício para atacar os inimigos e já não há mais tempo: como na imagem ao fundo, em espetacular registro do fotógrafo Lula Marques, Cunha caminha para o enforcamento, agora ou depois.

Mas, diferentemente de Tiradentes, ele não será o herói desta história. Não passa de um vilão cujas trapaças e mentiras teimam em aparecer como lama, sufocando-o sobremaneira.

Perecerá mais cedo ou mais tarde porque aqueles que o alçaram ao posto de presidente da Câmara agora abdicam até mesmo de sua representação. Desvinculam de si o seu nome e imagem para que ninguém lhes diga: “Era aliado de Cunha”.

As manobras ainda não se encerraram, pois, com efeito, a própria CCJ vai protelar para que o processo não chegue logo ao plenário.

Cunha diz que paga um alto preço por ter autorizado o pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

Mas não é a Dilma que está no banco dos réus, ela não tem contas na Suíça, não recebeu propina dos esquemas na Petrobras e não gastou, como a mulher dele, Cláudia Cruz, R$ 1 milhão de reais em futilidades nas lojas de moda nos EUA.

Cunha se tornou um cadáver insepulto e putrefato que nem mesmo o Temer – seu comparsa – consegue proteger. Não há proteção para alguém que criou uma excrescência como as pautas bombas.

Nem mesmo O Globo, dos Marinhos, conseguiu esconder os espólios de Cunha. Ele agora se encaminha para a parte final deste thriller, onde o personagem principal cai atirando.

É o que deve causar dores de cabeça em Temer. De repente o algoz arrasta dois golpistas para o mesmo destino: a lata do lixo da história.

Deixe um Comentário!