Notícias

Lula: O Congresso ‘assaltou’ o poder de Dilma

Lula: O Congresso ‘assaltou’ o poder de Dilma

Lula: O Congresso ‘assaltou’ o poder de Dilma – Foto: Ricardo Stuckert/IL

Em Petrolina (PE), o ex-presidente Lula afirmou que o Congresso Nacional assaltou o poder da presidenta Dilma Rousseff ao aprovar o impeachment.

Saiu no Valor:


Em Pernambuco, Lula diz que Congresso ‘assaltou’ poder de Dilma

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), afirmou nesta segunda-feira (11) em Petrolina (PE) que o Congresso Nacional “assaltou” o poder da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) ao aprovar a admissibilidade do impeachment.

“Dilma tinha três anos de mandato ainda. Mas nas caras resolveram reunir uma maioria lá (…) e assaltaram o poder. Aquilo foi um assalto. Um assalto legalizado por uma maioria muito duvidosa na Câmara dos Deputados”, disse Lula.

Discursando para uma plateia de militantes petistas e membros de entidades de políticas para o semiárido, Lula também comparou o afastamento da presidente a uma casa que foi invadida.

“Você mora numa casa, eu passo na frente da sua casa. Eu vejo que você não está cuidando bem dela. Eu digo, essa mulher não está cuidando bem, vamos entrar lá tomar a casa dela”, desse Lula, afirmando.

Na sequência, Lula afirmou que o governo Dilma “não estava legal”, mas disse este não deveria ser motivo suficiente para afastá-la do cargo.

“Ela não estava legal. A gente estava vivendo um período ruim. E todos vocês estavam com bronca porque [Dilma] foi mexer na aposentadoria, mexer nos pescadores. Mas a gente não troca de presidente como troca de roupa”.

Em fala que teve como alvo direto o presidente interino, Lula disse que “até sindicalista” tem que disputar eleições e ganhar.

“Se o Michel Temer quer chegar à presidência, ele tem que disputar a eleição”, disse. Em seguida, o público respondeu com gritos de “fora, Temer”.

(…)


Deixe um Comentário!