Nossa Política

Batman se candidata a vereador no Rio

Batman se candidata a vereador no Rio
Batman se candidata a vereador no Rio – Foto: Reprodução/G1
O Brasil das excrescências se revela em 2016: o Batman das manifestações sai, sob o apoio de Flávio Bolsonaro, para disputar vaga na câmara de vereadores do Rio de Janeiro.

Flávio Bolsonaro (PSC-RJ) é filho de Jair Bolsonaro e disputará a prefeitura da cidade.

Era só o que faltava!

Saiu no Extra:


A caráter, Batman das manifestações anuncia candidatura a vereador do Rio

O protético Eron Melo, de 35 anos, identidade secreta por trás do Batman das manifestações, será candidato a vereador do Rio pelo Partido Social Cristão (PSC). Trajando a fantasia, ele revelou sua candidatura numa convenção do partido, em Bangu, Zona Oeste do Rio, neste sábado, onde também foi lançada a pré-candidatura do deputado estadual Flávio Bolsonaro à prefeitura da cidade.

Os discursos dele e de outros candidatos a vereador do Rio do PSC foram marcados por palavras de ordem pela defesa da família tradicional e por ideais cristãos.

— Eu entendo que a política é a extensão das ruas. Não adianta só estarmos nas ruas batendo panelas, gritando, pressionando. Temos que colocar pessoas que nos representem — disse o homem-morcego carioca — Eu estou aqui para combater a inversão de valores, para preservar os valores da família e os valores conservadores que nós construímos. E é isso que vim fazer aqui: fazer a diferença. Vamos endireitar o Rio.

O Batman das manifestações tornou-se um dos símbolos dos protestos que começaram em junho de 2013 no Rio e em todo o Brasil. Vestido como o super-herói dos quadrinhos, ele se tornou uma figura caricata dos movimentos e não deixou os protestos contra o governo desde então. Eron afirmou que a ideia de se tornar candidato surgiu no início deste ano:

— Acredito que a política é a extensão das ruas. Como estou nas ruas desde 2013, eu vi que eu posso representar o meu povo, o meu município, posso fazer a diferença. E através do PSC, acabei entrando para fazer uma nova política. Eu sou conservador, de direita e sou contra a inversão de valores. Vou lutar, obviamente, por melhores recursos para o município. É inviável o Rio de Janeiro sediar uma Olimpíada, com bilhões de reais envolvidos, e não termos segurança e saúde. É você colocar um espetáculo para o mundo ver.


Escreva um comentário