Blog do Mailson Ramos

A maior mentira que Temer contou no SBT

A maior mentira que Temer contou no SBT

A maior mentira que Temer contou no SBT – Foto: Beto Barata/PR

Em 12 dias de sobressaltos, com ministros envolvidos em escândalos e gravações, Temer acha que está colocando a economia no lugar. Em 12 dias.

O presidente interino Michel Temer afirmou nesta quinta-feira (2) que “o brevíssimo período” desde que assumiu a Presidência, em 12 de maio, “já produziu efeitos positivos” na economia brasileira, durante entrevista ao “SBT”.

O Temer não sabe nada de economia e está tentando ludibriar o brasileiro simples.

Não há medida eficaz e urgente que impacte uma economia em apenas 12 dias. Se há alguma alteração positiva, ela deve ser vinculada imediatamente ao governo Dilma e a política de austeridade de Levy, que mesmo mal compreendida e mal executada, pode estar trazendo algum resultado.

Se Temer faz referência à euforia do mercado e do empresariado com a sua posse, deveria observar o que eles dizem – em repentino fim de lua de mel com o governo – das figuras que o compõem.

O interino confia piamente na “base sólida” do governo na Câmara dos Deputados.

E tenta mostrar ao Brasil que a volta de Dilma seria acabar com um projeto de salvação do país. Para isso, precisa mostrar que há alguma alteração positiva visível na economia. Só se o Meirelles fosse mágico.

Como o ministro da Fazenda não tem o condão, Temer resolveu mentir duplamente.

Porque além dos resultados positivos da economia não refletirem de atos do seu governo, o rombo de R$ 58 bi autorizados pela Câmara para reajustar o salário do Judiciário é a imagem da irresponsabilidade fiscal.

Aquele primeiro recado vigora com mais força: “Não fale em crise. Trabalhe”. Trabalhe para garantir que ministros do Supremo, com todas as regalias, tenham um salário de R$ 39.293.

Rombo econômico neste país é desculpa para não investir no social e encher as burras de parte da elite, num pacto que perdura desde sempre.

É como o Gilmar Mendes, que no ano passado criticou o reajuste de R$ 7 reais do Bolsa Família, chamando o programa de política eleitoreira. Hoje, o Bolsa Família está ameaçado e o Gilmar, cheio de pose, receberá R$ 39 mil por mês.

E o Temer mentindo.

1 Comentário

  • E Raul Jungman que assumiu o ministério num dia e no outro veio, cinicamente, declarar que as Olimpíadas estavam prontas, como se ele tivesse contribuído para tal! Interinos debochados!

Deixe um Comentário!