Lindbergh desmascara Janaína, a idealista

Notícias

Lindbergh desmascara Janaína, a idealista

Lindbergh desmascara Janaína, a idealista

Lindbergh desmascara Janaína, a idealista – Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) desmascarou a advogada Janaína Paschoal que age sempre como idealista, a favor do PSDB.

Do Facebook do senador Lindbergh Farias:

Não é de hoje que a advogada Janaína Paschoal se comporta na Comissão do Impeachment como se fosse uma senadora eleita pelo povo, e não uma advogada contratada pelo PSDB. Hoje Janaína resolveu me atacar por dizer o que está em todos os jornais: o juiz responsável pela prisão de Paulo Bernardo é seu orientando de doutorado. Sua atuação teatral na comissão parece idealismo, mas sua entrada no processo se deu quando foi contratada pelo PSDB por 45 mil reais.

[color-box color=”white”]NP

 

 

Por R$ 45 mil (um número cabalístico para o PSDB), a Dra. Janaína Paschoal engendrou o pedido de impeachment ao lado de Miguel Reale Jr e Hélio Bicudo que tinha como base as tais ‘pedaladas fiscais’ cometidas por Dilma, o que configurava crime de responsabilidade.

Hoje se sabe – através de perícia realizada a pedido do Senado Federal – que Dilma não pedalou. O golpe caiu sobre a cabeça de Janaína Paschoal que insiste em reforçar a ideologia dos tucanos, como se ali ela não fosse advogada, mas exercesse uma atribuição política na comissão de impeachment.

Fez bem o senador Lindbergh em colocar a Janaína em seu lugar. Ela recebeu R$ 45 mil para construir uma coisa que jamais existiu (pedaladas) e sequer se dá ao luxo de defender a petição que criou, mesmo sendo uma peça de ficção. Será que a doutora não estaria se preparando para uma candidatura em 2018? [/color-box]

1 Comentário

Deixe um Comentário!