Notícias

Ditadura Temer: Ilegítimo manda GSI “vigiar” o PT

Ditadura Temer: Ilegítimo manda GSI "vigiar" o PT

Ditadura Temer: Ilegítimo manda GSI “vigiar” o PT

Por ordem de Michel Temer, o GSI (Gabinete de Segurança Institucional), área de inteligência do governo, monitora os movimentos do PT.

Retornamos a 1964.

Um presidente (ainda que interino) pede a um gabinete de segurança para monitorar os passos de um partido.

Qual a diferença entre isso e a perseguição sofrida pelos comunistas durante o regime militar de 1964?

Qual a diferença entre a atitude de Temer e as chancelas dos generais para perseguir partidos políticos e punir militantes contrários ao regime?

Pouco se fala e a repercussão é insignificante. Mas são estas atitudes que corroem pelo alicerce o castelo de cartas que é este governo às vésperas de desabar. De um jeito ou de outro. Sob qualquer sopro de vento.

Saiu em Coluna do Estadão:

Por ordem do presidente em exercício, Michel Temer, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI), responsável pela área de inteligência do governo, está monitorando os movimentos do PT. Já descobriu que o partido articula manifestações a cada agenda do peemedebista.

A partir disso, o governo decidiu que vai divulgar a agenda de Temer em eventos públicos só em cima da hora. Uma das ações, identificada pelo GSI, está programada para julho, no evento da cúpula do Mercosul.

Deixe um Comentário!