Notícias

Gilmar Mendes, diz-me com quem andas…

Gilmar Mendes, diz-me com quem andas...

Gilmar Mendes, diz-me com quem andas… – Foto: Reprodução

Nos jardins do Brasil floresce a hipocrisia. Não se pode aceitar que um ministro da Suprema Corte aja como Gilmar Mendes. Partidário e de alma tucana.

Seguir o roteiro dos encontros de Gilmar Mendes é um convite a conhecer o engendro do processo de impeachment, as conversas que o antecederam, as conversas que o precederam e a realidade do noticiário de hoje, quando se sabe que, na próxima quarta-feira, a presidenta Dilma pode ser afastada.

No dia 9 de julho de 2015, o presidente da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), reuniu-se com o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes e com o deputado Paulinho da Força (SD-SP), dirigente da segunda maior central sindical do país, para avaliar, entre outros temas, cenários da atual crise política, incluindo um processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

No dia 16 de março de 2016, o ministro do STF, Gilmar Mendes, almoçou com o senador José Serra (PSDB) e o economista Armínio Fraga. O encontro ocorreu no restaurante Trattoria do Rosário, no Lago Sul, em Brasília.

Em 22 de março de 2016, o Instituto de Gilmar Mendes reuniu Temer e líderes do impeachment em Portugal. Integrantes do governo trataram o encontro como prenúncio do arranjo político para derrubar a presidenta da República.

Gilmar Mendes, em 08 de maio de 2016, afirmou que a mandatária perdeu a capacidade de governar e que, por isso, ela não deveria recorrer à Justiça para se manter no cargo. “A presidente logrou alguma coisa como 140 votos na Câmara, nem ficou próximo dos 172 necessários para barrar o impeachment (Dilma obteve 137 votos). Ela perdeu a capacidade de governar. Todo mundo sabe que com 172 votos na Câmara já não se governa”.

E vai ter sempre alguém para dizer que a justiça no Brasil é imparcial, assim como as instituições públicas são fortes e isentas.

3 Comentários

  • Gilmar mendes é um ser do bem. Culto. Firme. Não precisa de dinheirinhos. Ele Mostra sua cara.
    Agora é proibido almoçar com este ou aquele parlamentar?!. Quando se é um ente publico. Não se pode escolher com quem andas . O que interessa é seu trabalho. suas disseções em prol do Brasil.

  • Quando o STF vai cortar na própria carne e mostrar ao Brasil que se pode confiar na mais alta Corte do país? Gilmar Mendes envergonha a justiça brasileira, já disse o ex-ministro Joaquim Barbosa!

  • cada dia mais eu tenho medo do judiciário……é o poder que mais desgraça deixa sem ter que prestar conta a ninguém….eles “podem tudo”

Deixe um Comentário!