Notícias

Dilma critica vazamentos e contesta Delcídio

Dilma critica vazamentos e contesta Delcídio

Dilma critica vazamentos e contesta Delcídio – Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta Dilma Rousseff afirmou hoje (4) que vai pedir ao STF a apuração dos vazamentos à imprensa das investigações contra ela às vésperas da votação do impeachment no Senado.

Os vazamentos se tornaram peças fundamentais para o processo de sedição das instituições públicas contra o governo. Tanto a PF quanto o MPF vazaram sem restrições as informações que mais interessavam às forças que destruíram o governo aos poucos.

A conspiração dos vazamentos também foi marcada por aquilo que não se vazou. Ou os amigos navegantes se esqueceram dos quatro meses de atraso da divulgação da delação doo Ceará contra o chato Aécio Neves?

No Blog do Planalto:


Dilma critica vazamentos e vai pedir apuração no Supremo Tribunal Federal

A presidenta Dilma Rousseff disse, nesta quarta-feira (4), que vai pedir ao Supremo Tribunal Federal a apuração dos vazamentos à imprensa de investigações contra ela, às vésperas da votação do pedido de impeachment em tramitação no Senado Federal. Segundo Dilma, as informações, ao que tudo indica, estavam sob sigilo e foram repassadas para a mídia por pessoas que “têm interesses escusos e inconfessáveis”.

“Eu vou solicitar ao ministro da AGU que solicite a abertura no Supremo para apurar esses vazamentos. Esses vazamentos têm uma característica: você vaza e depois, se se caracterizar que nada há, o dano já foi feito. E daí, o que querem com isso? Querem o dano feito”, disse a presidenta, revelando que tomou conhecimento do pedido de investigação pelos jornais.

Dilma aproveitou para criticar o conteúdo das acusações. “As denúncias feitas pelo senador Delcídio do Amaral são absolutamente levianas, e sobretudo mentirosas, conforme já reiterei sistematicamente desde que elas apareceram. Aliás, o senador Delcídio tem a prática de mentir e isso ficou claro ao longo de toda essa questão relativa a sua prisão a partir das gravações”, analisou.

A presidenta disse ainda que a abertura do inquérito vai comprovar que as denúncias são, mais uma vez, mentira do senador e disse que sua credibilidade é precária.


Deixe um Comentário!