Notícias

Dilma: Temer vai “quebrar” todos os programas sociais

Dilma: Temer vai “quebrar” todos os programas sociais

Dilma: Temer vai “quebrar” todos os programas sociais – Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta Dilma afirmou em Palmas, neste sábado (7), que será muito difícil a equipe de Temer “quebrar” os programas sociais, “mas que vão tentar, vão.”

A presidenta Dilma Rousseff afirmou, neste sábado (7), que os políticos que tentam derrubar o seu mandato por meio do que chamou de “eleição indireta” o fazem porque, de outra forma, não teriam votos suficientes para assumir o poder. A afirmação foi feita durante a inauguração da sede da Embrapa Pesca e Aquicultura, em Palmas (TO). Para Dilma, um governo que “tenta fazer economia com o dinheiro dos mais pobres”  jamais se elegeria.

“Mais que um golpe, é uma tentativa clara de fazer uma eleição indireta para fazer colocar no governo quem não tem voto suficiente. […] Do ponto de vista político, o grande juiz é o povo brasileiro. Se querem fazer um julgamento do meu governo recorram ao povo brasileiro e não ao impeachment. Só quem tem a legitimidade do voto pode fazê-lo.”

Ao ressaltar sua honestidade, Dilma disse que os atos dos quais a acusam são absolutamente regulares e não tiveram sequer a participação direta dela. A presidenta disse ainda ter convicção que as escolhas do seu governo em favor dos mais pobres foi o que, de fato, motivou a abertura do processo de impeachment.

“Por que esse impeachment? Além de ser golpe, não gostam de onde eu faço as minhas escolhas para gastar o dinheiro. Daí, como eu não tenho contas no exterior, eu não recebi dinheiro de propina, eu não recebo dinheiro de corrupção. Aliás, falam que eu sou uma pessoa dura. Eu não sou uma pessoa dura eu sou uma pessoa honesta. É diferente.”

Ela lembrou de uma proposta de focar o Bolsa Família nos 5% mais pobres, o que, diz, significaria um corte de 36 milhões de cidadãos beneficiados.

Ao citar o Plano Safra para agricultura familiar, disse: “Acredito que vai ser muito difícil eles conseguirem quebrar todos esses programas. Mas que vão tentar, vão.”

Também mencionou o Minha Casa, Minha Vida e falou para a plateia “lutar pelos interesses de vocês”. “Querem fazer economia com o dinheiro dos mais pobres? Jamais se elegeriam. O caminho mais fácil é o da eleição indireta e é isso que está em curso no Brasil.”

Ao encerrar o seu discurso, a presidenta evocou os princípios democráticos e disse que, juntamente com o povo brasileiro, continuará lutando até o fim.

“Nós todos teremos de lutar para que não haja retrocesso. Eu tenho de lutar contra o impeachment e vocês tem que defender os interesses de vocês. O Brasil só vai ser um grande País se a gente preservar a nossa democracia [..]. Espero e tenho certeza que irei resistir até o fim e conto com vocês.”

Com informações de agências.

1 Comentário

Deixe um Comentário!