Notícias

O golpe de Marina: convocar eleições presidenciais

O golpe de Marina: convocar eleições presidenciais

O golpe de Marina: convocar eleições presidenciais – Foto: Elza Fiúza/ABr

Para Marina Silva, da Rede, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deveria convocar novas eleições presidenciais imediatamente. Esperta, não?

E os 54 milhões de votos que a Dilma recebeu em 2014? Vão para o lixo?

Saiu na Agência Brasil:


Marina Silva defende atuação do TSE em favor da convocação de eleições

A ex-ministra Marina Silva defendeu hoje (5) a convocação de novas eleições presidenciais, caso se comprove que dinheiro oriundo da corrupção tenha “alterado a vontade soberana da sociedade brasileira nas [últimas] eleições”. Segundo Marina, se o dinheiro da corrupção foi usado “para fraudar as eleições, que se casse a chapa Dilma-Temer”. Nesse caso, o caminho constitucional para as novas eleições tem de ser o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirmou.

Sem se apresentar como pré-candidata a tal pleito, Marina disse acreditar que este caminho é mais legítimo que o do impeachment da presidenta Dilma Rousseff, caso o processo seja aprovado via Legislativo. “Antes de falar de pré-candidatura, temos de devolver à sociedade a possibilidade de votar. Antes disso, ninguém pode se colocar como candidato”, afirmou a ex-ministra durante o lançamento da campanha da Rede Sustentabilidade Nem Dilma, Nem Temer, Nova Eleição é a Solução.

Marina Silva, que na eleição de 2014 concorreu à Presidência da República pelo PSB, não cogita a saída da presidenta Dilma Rousseff do cargo, com a permanência do vice-presidente Michel Temer. “Não existe vice-presidente sem que se tenha eleito um presidente. Se a eleição foi com dinheiro da corrupção, a chapa inteira está comprometida”, afirmou.

Segundo a ex-ministra, não se pode fazer “absolutamente nada” em desacordo com a Constituição. “O que ela [Constituição] assegura é que podemos ter a [possibilidade de] renúncia, o que cumpre com a formalidade, mas não tem a razoabilidade, porque a nossa presidenta parece não entender a magnitude da crise. O processo do impeachment cumpre com a formalidade, mas não alcança a finalidade porque, depois dela, teremos o vice-presidente que, junto com a presidenta, é responsável pela crise que estamos vivendo na política e no caso da Petrobras.”

Para Marina, a melhor via é o TSE, porque, se forem comprovadas as denúncias mostradas pela Lava Jato, o tribunal poderá promover a cassação. “Aí, sim, teremos a formalidade e a finalidade, que é devolver aos 200 milhões de brasileiros a possibilidade de repensar os caminhos da nação.”

Ontem (4), o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) propôs, durante discurso em plenário, que as eleições presidenciais sejam antecipadas para outubro deste ano. Dessa forma, seria possível a realização do pleito presidencial em conjunto com o municipal. Isso, segundo o senador, atenderia ao clamor de algumas das recentes manifestações populares.


3 Comentários

  • ANAUREXIA CEREBRAL. ESTA DOENÇA SE AGRAVA… SE ESPALHA.. CONTAMINA…
    TIPO ZIKA VIRUS… MICROCEFALIA EM ADULTOS… ´
    OU SERÁ QUE CHEIRAR MUITO LATEX DÁ NISSO?..
    NÃO SEI.. ESTA COBAIA É UMA INCÓGNITA… VAI COMEÇAR A DERRUBAR AVIÕES NOVAMENTE.. CUIDADO.. SAIAM DE BAIXO…
    A MARINA VOLTOU.. KKKKKKKK

  • O que ela falou é o que a lei determina. Se a chapa for condenada pelo TSE, novas eleições deverão ser convocadas. A chamada da matéria foi infeliz

    • Correto! Além do mais foi o PMDB quem oficialmente começou o movimento que a Marina defende a mais tempo e que o PSDB e DEM requereram ao TSE.
      Mas, lembramos aos incautos, que apenas vamos legitimar os centenas de picaretas que permanecerão, pois sem uma reforma política de verdade nada mudará.

Deixe um Comentário!