Blog do Mailson Ramos

A delação de Delcídio que não houve

A delação de Delcídio que não houve

A delação de Delcídio que não houve – Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ ABr

Em apenas um dia uma notícia fez coro em toda a mídia. Na mesma corriola da oposição, IstoÉ sacudiu Brasília com uma peça de ficção, a delação de Delcídio que não houve.

A imprensa brasileira deu as mãos a IstoÉ e se atirou num precipício sem ao menos checar as informações publicadas pela jornalista e ‘ficcionista’ Débora Bergamasco.

E se alguém perguntar por que a imprensa o fez, há duzentas respostas satisfatórias. Duas delas, porém, nos levam a entender o contexto: a imprensa já incriminou o Lula e não se contentará até destruí-lo, mesmo sem provas; manter o Lula e a Dilma como vilões no topo do agendamento vale qualquer risco até mesmo divulgar uma matéria inexistente.

O cachalote que a IstoÉ gestou em sua barriga deverá ser embalado pela mídia e pela oposição nos próximos dias, ainda que o próprio Delcídio tenha desmentido a autenticidade da matéria e da delação.

A oposição se reunião no QG do PSDB com exemplares da revista espalhados sobre a mesa. Quantas vezes isso já aconteceu? A mídia publica, a oposição repercute.

Vivemos tempos em que o jornalismo investigativo deu espaço à necessidade de se publicar qualquer coisa para atingir alguém.

O jornalismo comedido, apurado e crível cedeu espaço ao jogo de interesses políticos onde o que mais importa é a manipulação. Porque até hoje a Globo não encontrou espaço no JN para falar de sua relação com FHC e Brasif no caso Mirian Dutra. Ou do tríplex de Paraty.

Aécio tratou de reunir a turminha depois de fazer um pronunciamento extremando no Senado.

Lá estavam todos aqueles que dariam um dedo mindinho para ver a Dilma cair ou o Lula ser preso. Tutti buona gente.

Num mesmo espaço. Se cobrisse era um circo, se cercasse um hospício.

4 Comentários

  • Essa reunião, aconteceu numa mansão em Paraty, eu só estranhei na foto da quadrilha, cujo chefe é um senadorzinho do baixo Leblon, não aparecer uma dupla de paladinos da ética e da moral. Os desmoralizados (carlos Sampaio e Paulinho da farsa), talvez estivessem em reunião com os marinhos, ou preparando a defesa do indefensável exportador de carne moída.Obs: cada um ganhou um exemplar da revista ( quanto é).

  • GOLPE! Nome disso é GOLPE! A mídia nojenta ainda não engoliu as 4 derrotas consecutivas à Presidência da República, representadas pela corja do PSDB……o FHC declarou que “presenteou” um suposto filho tido com uma jornalista da Globo, com um apartamento no exterior por 200 mil euros…alguém se habilita a investigar esse episódio? A renda do sr. FHC permite esse mimo?! …..NINGUÉM SE INTERESSA, o LULA é o alvo e DILMA…os “jornalistas” dessa mídia nojenta deem estar curtindo orgasmos múltiplos….

Deixe um Comentário!