Notícias

STF notifica Eduardo Cunha sobre pedido de afastamento

STF notifica Eduardo Cunha sobre pedido de afastamento

STF notifica Eduardo Cunha sobre pedido de afastamento – Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil

Eduardo Cunha foi notificado oficialmente pelo STF sobre pedido de afastamento. Agora ele terá 10 dias para se manifestar a respeito do afastamento.

Cunha tentou evitar o recebimento da notificação. Mas agora vai ter de explicar cada um dos “11 atos” criminais cometidos por ele; terá de provar que é uma “peça teatral”, como disse.

Parece que o achincalhe está com os dias contados.

No Estado de Minas:


STF notifica Cunha sobre pedido de afastamento da Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ), foi notificado na manhã desta terça-feira pelo Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a ação cautelar do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pedindo o afastamento do peemedebista da presidência da Casa. A partir de agora, conforme já havia estabelecido o ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava-Jato, Cunha tem o prazo de 10 dias para que se manifeste a respeito do afastamento.

Por causa do recesso do Judiciário, que retornou ao trabalho no dia 1º passado, Cunha ainda não tinha sido notificado oficialmente sobre o pedido, feito pelo procurador em dezembro passado.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, solicitou ao Supremo o afastamento de Cunha da função de presidente da Câmara como do cargo de deputado federal. Janot listou 11 “atos” que indicam “crimes de natureza grave”, como uso indevido do cargo eletivo e integração de organização criminosa.

Na ocasião do pedido de Janot, Cunha criticou a iniciativa. “É uma peça teatral, tanto que ela é feita em atos”, afirmou.

(…)


1 Comentário

Deixe um Comentário!