Blog do Mailson Ramos Mídia

Máfia da Merenda é escândalo que a mídia não reproduz

Máfia da Merenda é escândalo que a mídia não reproduz

Máfia da Merenda é escândalo que a mídia não reproduz – Foto: Reprodução

Traque contra o Lula vira bomba; bomba contra Alckmin vira traque. É o traquejo seletivo da mídia em corroboração com a parcialidade do judiciário.

Recentemente a CGU, Controladoria-Geral da União, divulgou balanço sobre os desvios de verba da educação desde 2003. Em 2,7 mil municípios fiscalizados neste período, 199 deles tinham irregularidades.

Estas irregularidades atingiam as verbas da merenda e do transporte escolar.

É inevitável não atentar para as relações entre este balanço e a Máfia da Merenda, escândalo que põe em polvorosa a administração do estado de São Paulo.

Segundo a Folha de S.Paulo, três cooperativas de agricultura familiar formaram um cartel para definir vencedores em licitações de merenda escolar em até 152 municípios paulistas, de acordo com documento anexado aos autos da Operação Alba Branca.

Estima-se que o montante desviado da merenda é da ordem de R$ 200 milhões.

O assunto começa a ganhar força nas redes porque envolve pessoas muito próximas do governador Geraldo Alckmin. Dentre elas estão o secretário de Transportes, Duarte Nogueira, ex-presidente do PSDB-SP, e o ex-secretário de Educação, Herman Voorwald.

Também foram citados Fernando Padula, ex-chefe de gabinete da Educação, e Luiz Roberto dos Santos, o “moita”, que era chefe de gabinete de Edson Aparecido, chefe da Casa Civil e braço direito de Alckmin. (Padula e “Moita” foram exonerados).

Escutas telefônicas feitas pela Polícia Civil revelam que boa parte das ordens que articularam as fraudes na merenda escolar partiu do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado de São Paulo.

Enquanto a atenção da mídia se volta para os assuntos do tríplex do Guarujá e do barco de lata de D. Marisa, o escândalo de R$ 200 de milhões passa despercebido. Para não ficar somente na seletividade da mídia, o fato que marcou o fim de semana foram as palavras de Alckmin contra Lula e o PT.

O governador de São Paulo de fato não tem o que temer. Panelas não baterão contra ele e os estudantes que tiveram a verba da merenda surrupiada jamais saberão onde ela foi parar.

Em tempo: Participe das enquetes na página Opine!.

2 Comentários

  • Quem está envolvido em corrupção tem que ser afastado , julgado e preso , alem e claro de devolver o que roubou … Lula , Dilma , Geraldo , Serra , Cunha , Dirceu … não interessa , tem que PAGAR !! E o PT tem que ser EXTINTO e seu Dirigentes Julgados e Presos , partido Corrupto !!!

Deixe um Comentário!