Notícias

Cardozo explica o inexplicável: o vazamento de delações

Cardozo explica o inexplicável: o vazamento de delações

Cardozo explica o inexplicável: o vazamento de delações – Foto: Elza Fiúza/ Agência Brasil

Em encontro para discutir o combate ao Zika vírus, Zé Cardozo disse que a Polícia Federal tem orientação para investigar a todos, sejam aliados ou adversários do governo.

Nunca foi desvendada a história da escuta telefônica no mictório do Youssef. Nem como os vazamentos saem da PF ou do MPF e chegam às redações do jornalões; não se sabe, por exemplo, de que artimanhas usa o japonês bonzinho para vazar sem ser pego.

Na PF do Moro tem delegado disputando posição a tapa para aparecer nos holofotes. Isso mesmo, senhoras e senhores, briga-se por notoriedade, quem aparece mais em fotos ou é reconhecido no saguão do aeroporto.

Não fosse este famigerado sistema de vazamento, como a Lava Jato teria crescido na mídia? Como teriam adquirido notoriedade os procuradores e os delegados? Se não houvesse vazamento, por que a Veja convidaria o Moro a palestrar?

E o Zé acreditando que os vazamentos de delações estão sendo investigados pela PF.

Não se sabe até onde vai esta história de republicanismo e asas livres para a PF “investigar aliados e adversários do governo”. Se ao menos ela investigasse todos com mesma lisura…

Na Agência Brasil:

Oposição tenta atingir Lula ao associar ex-presidente à Lava Jato, diz Cardozo

(…)

Delações

O ministro reafirmou que a orientação dada à Polícia Federal (PF) é investigar todos os casos de vazamento ilegal de informações da operação, independentemente dos atingidos, sejam aliados ou adversários do governo. Quando há indícios de que as irregularidades envolvem servidores da PF, segundo Cardozo, há abertura de processo disciplinar.

“Quando eu tenho uma situação de dúvida, quando, por exemplo, é um vazamento de delação premiada, em que nós não sabemos se houve vazamento ou levantamento de sigilo, eu busco fazer uma apuração preliminar. Se confirmado que há um vazamento ilegal, determinamos a abertura de um inquérito policial”, disse.

Deixe um Comentário!