Mídia Notícias

Folha e O Globo apostam na derrocada de 2016

Folha e O Globo apostam na derrocada de 2016

Folha e O Globo apostam na derrocada de 2016 – Foto: Reprodução

O ano mal começou e a Folha, assim como O Globo, aposta na derrocada de 2016; é a mídia que temos. Sempre disposta a pisar na cabeça do brasileiro.

Esperar um prognóstico positivo para 2016 vindo da mídia brasileira é como esperar por algo que inexiste. A capacidade das empresas de comunicação neste momento está voltada para a produção de notícias vagas, mas sempre negativas.

Disse um amigo jornalista que a imprensa age assim mesmo. Porque tem de vender jornal, atrair leitores. Ainda que seja com desgraças programadas para um ano recém-nascido.

A esdrúxula matéria de O Globo sobre as roupas amarelas vestidas na virada de ano, para atrair a prosperidades, é um daqueles terríveis atestados de que a mídia, quando não tem o que publicar, utiliza qualquer fato para expor em suas páginas.

E não custa lembrar que O Globo foi ao calçadão de Copacabana para atestar que homens e mulheres vestiam roupas amarelas. Só mesmo quem não analisa os discursos da mídia poderia passar por esta matéria sem constatar que o jornal referenda aquela massa cheirosa das manifestações elitistas pró-impeachment. Sem o verde.

Leia também: Sidney Rezende e a imprensa das “notícias ruins”

É um modo de dizer que as pessoas continuam militando contra Dilma e o PT mesmo numa festa de fim de ano. A manchete é ridícula por si: “Crise econômica faz público trocar o branco pelo amarelo no réveillon”.

O que diria a psicodinâmica das cores em comunicação? Os jornalistas de O Globo não devem perder tempo com estes livros. O que vale é manipular.

Manipular como faz a Folha e sua manchete apocalíptica. Sim, mais uma.

O jornal prevê que 2,2 milhões de empregos formais serão perdidos neste ano que apenas começa. É para acordar, dia 1º de janeiro, abrir o jornal e ficar de mau humor.

Mas, baseado em que informações o jornal tece um prognóstico desta dimensão? Quem são os especialistas que desenvolvem esta técnica de previsão? Afinal, nos últimos 14 anos a Folha errou.

Não importa. A intenção é, fatalmente, acovardar o brasileiro.

1 Comentário

  • Fazer previsões otimistas para 2016 também não e certo mas apostar na derrocada do País e sinal que quem faz isso e derrotista. Se fosse um comentário de um especialista fornecendo estatísticas ainda assim teríamos que esperar pra ver. A situação do mundo não está boa.

Deixe um Comentário!