Notícias

O PSDB não paga nem o marqueteiro!

O PSDB não paga nem o marqueteiro!

O PSDB não paga nem o marqueteiro! – Foto: Fábio R Pozzebom/ABr

Quem mais prega e aprofunda a ideia da crise brasileira é quem está sofrendo com ela. O PSDB não pagou o marqueteiro nas eleições presidenciais de 2006 e 2010.

É como a história da TV Globo que prega a crise dia e noite e sempre tem suas notas rebaixadas pelas agências de classificação de risco. É um efeito colateral.

Sendo uma oposição irresponsável e não tendo cacife para se estabelecer nas urnas, o PSDB sofre por suas malogradas campanhas.

No Estadão:

Marqueteiro cobra na Justiça R$ 17 mi do PSDB

A empresa Campanhas Comunicação Ltda., do jornalista Luiz González, responsável pelas campanhas presidenciais do PSDB em 2006 e 2010, cobra do partido na Justiça uma dívida de R$ 17 milhões referente aos serviços prestados em favor do hoje senador José Serra na disputa pela Prefeitura de São Paulo, em 2012. A ação foi iniciada em setembro, depois que o presidente estadual da legenda, o deputado Pedro Tobias, eleito para o cargo em julho, decidiu não cumprir um acordo verbal fechado com a gestão anterior, que pagaria a dívida em 25 parcelas.

Leia também: Quantas faces tem o PSDB?

O valor original das notas era de R$ 8 milhões e chegou a R$ 17 milhões devido a multas, atualização monetária, juros de mora e honorários advocatícios. O dirigente reconhece a dívida, mas alega que a sigla está enfrentando uma grave crise financeira e com dificuldade até para pagar funcionários e o aluguel de sua sede. “O problema é que não temos dinheiro para pagá-lo. Estou com o Fundo Partidário cortado até julho do ano que vem. O trocadinho que estamos gastando agora é o que sobrou da campanha do Geraldo (Alckmin) para governador”, disse Tobias. Procurado pela reportagem, o marqueteiro preferiu não se pronunciar.

(…)

Deixe um Comentário!