Blog do Mailson Ramos

A oposição afrouxa: Dilma vai para as cabeças

A oposição afrouxa: Dilma vai para as cabeças

A oposição afrouxa: Dilma vai para as cabeças – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Depois de perceber que sem o barulho das ruas não há impeachment, a oposição quer o recesso. Será tempo o suficiente para confabular com a imprensa e tentar agitar aquela mesma elite que se vestiu de verde e amarelo em março, abril e agosto.

Depois da sanha golpista, o recesso. O recesso é a única possibilidade que a oposição tem de manobrar a opinião pública contra a presidenta Dilma; corre, entretanto, o risco de que neste intervalo, aqueles que estão a favor do impeachment reconsiderem.

A oposição nunca esteve preocupada com o país. Preocupou-se sim em voltar ao poder; não à-toa, Aécio Neves sonha e revela seus devaneios tórridos aos demistas, em convenção partidária: chegará ao poder e governará com o DEM.

O que é sonho para ele, pode ser pesadelo para milhões de brasileiros. Porque ninguém concordaria com um presidente da República que empresta aeronaves estatais aos amigos; ou que viaja 144 vezes ao Rio de Janeiro, para curtir finais de semana agitados na capital carioca.

Aécio se esconde nas sombras de Furnas; está santificado pelas decisões do MP-MG sobre o aeroporto de Cláudio; foge feito o diabo das perguntas sobre sua ligação com André Esteves, ex-presidente do BTG Pactual. É que quando se trata dos tucanos, cunhados, padrinhos de casamento e amigos só merecem deferência quando não os compromete.

Perguntem ao Serra sobre o Preciado.

Neste momento, oposicionistas se valem de um voto no STF. Porque seja qual for o processo, o PT sai perdendo de 1 a 0. Gilmar Mendes deixou de ser jurista e passou a representar o PSDB no Supremo. Se a relatoria de qualquer inquérito cair em suas mãos, o resultado será sempre o mesmo: brancas nuvens para os tucanos e tempestade para os petistas.

Ainda assim, Dilma sai em vantagem. Precisa, porém, convocar as bases sociais do PT e dos partidos aliados. Na luta pela democracia, a esquerda saberá ir às ruas; saberá pressionar o Congresso e mostrar que o povo tem o direito democrático de demover um presidente ou um grupo político. Nas urnas.

O mundo inteiro questiona a capacidade do país de sair da crise. Critica o pedido de impeachment e a chantagem achacadora de Cunha. Em meio a este imbróglio, os presidentes da Câmara e do Senado terão de decidir se suspendem o recesso ou o mantém.

Ainda sob o torpor da decisão de Cunha, a oposição entendeu que o recesso deveria ser suspenso para antecipar a decisão sobre o impeachment. Mas logo perceberam que não tem apoio suficiente para afastar a presidenta.

Leia também: MBL: Brasil tem de sofrer com desgaste do governo

Foi um balde de água fria. E o mais terrível para eles é perceber que as manifestações em verde e amarelo, os revoltados online, o MBL e toda esta horda de lunáticos não representa nada da vontade dos 200 milhões de brasileiros.

Como a elite não sabe o que é coletividade, o golpe não avançará.

E já não avançará porque a oposição afrouxou. Deem tempo aos movimentos sociais e vão ver como se faz uma mobilização.

4 Comentários

  • O principal que está em disputa e que ninguém comenta é a disputa não partidária, mas de classes sociais
    Enquanto o PT governa para os pobres o PSDB apenas para as elites. Os avanços das políticas sociais para a classe pobre é muito significativa a classe pobre cresceu 90% a classe media/alta cresceu 30%. O ódio ao PT e a mídia incluindo na difamação ao PT, aliena e influencia os menos informados. Entendo que o PT tenha que divulgar as grandes obras em sua gestão comparando com as do PSDB

  • Os Ministério Público Federal e Ministerio Público de Minas Gerais, são frouxos, subservientes, lacaios, e sem nenhuma autonomia. São subordinados ao vagabundo do Aécio, em Minas ele manda e desmansda, e todos que detem algum titulo de autoridade pública de policia a juiz de qualquer instância, passando por promotores público, todos tem uma defectível adoração por ele e um medo terrível de algo lhe acontecer se pertubar o dr. Aécio, então nunca irão questionar, achar, investigar, julgar, punir, ouvir ou levantar qualquer fato sobre Aécio Neves, e se alguém descobrir algo dele e denunciar, passará por louco, e não terá crédito algum, qualquer um. Aécio, Eduardo Cunha, lixos tóxico.

Deixe um Comentário!