Notícias

‘Não vai ter Golpe’, grita plateia ao receber Dilma

‘Não vai ter Golpe’, grita plateia ao receber Dilma

‘Não vai ter Golpe’, grita plateia ao receber Dilma – Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A presidenta Dilma Rousseff foi recebida na 15ª Conferência Nacional de Saúde com gritos de #NãoVaiTerGolpe. Militância vai defender com unhas e dentes o mandato democrático da petista. Em O Globo:

Dilma é recebida aos gritos de ‘Não vai ter golpe’ por sindicalistas no DF

Em um forte discurso em defesa de seu mandato, durante a 15ª Conferência Nacional de Saúde, a presidente Dilma Rousseff (PT) disse que o processo de impeachment não tem fundamento e que vai lutar com todos os instrumentos democráticos para manter seu mandato. Logo que teve seu nome anunciado no palco da conferência, Dilma Rousseff (PT) foi bastante aplaudida por uma plateia formada por servidores do SUS e por sindicalistas de trabalhadores da saúde. Eles começaram a gritar “Não vai ter golpe”.

Segundo Dilma, o pedido de impeachment aceito pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha, foi o ápice de uma luta dos que não aceitaram até hoje sua reeleição, no ano passado. E que desde o primeiro dia de seu segundo mandato têm feito movimentos sistemáticos para “afundar o país”. Ela citou as pautas-bombas como exemplo:

– Não tem fundamento o processo do meu impedimento. Eu vou fazer a defesa do meu mandato com todos os instrumentos previstos no Estado democrático de direito. Assim como estou fazendo agora, vou continuar dialogando com todos os segmentos da sociedade para mostrar que essa luta não é em favor de uma pessoa ou de um partido ou grupo de partidos. É uma luta em defesa da democracia deste país, construída com muito esforço ao longo das últimas gerações. Não vamos nos enganar. O que está em jogo agora são as escolhas políticas que nós fizemos nos últimos 13 anos. São 13 anos em favor da soberania do Brasil, em defesa sistemática do povo, do emprego, da renda, da oferta de serviços de qualidade. Eu vou lutar contra esse pedido de impeachment porque nada fiz que justificasse esse pedido e porque tenho compromisso com a população desse país que me elegeu – discursou.

(…)

Deixe um Comentário!