Notícias

Lupi: Dilma discute ações contra impeachment com Ciro

Lupi: Dilma discute ações contra impeachment com Ciro

Lupi: Dilma discute ações contra impeachment com Ciro – Foto: Roberto Stuckert Filho/ PR

A presidenta Dilma Rousseff está reunindo apoio de diversos políticos e desta feita convidou Ciro Gomes a debater sobre a conjuntura e reforçar a defesa de seu mandato.

Ciro cantou a pedra: Michel Temer é o Capitão do Golpe. De lá para cá as evidências foram incontestáveis; o Temer escreveu aquela esdrúxula carta, derrubou o Picciani por sua tendência governista, se afastou de Dilma para planejar assumir o poder.

No jantar natalino em casa do peemedebista Eunício Oliveira, na noite de quarta-feira (9) foi o momento propício para muitos parlamentares beijarem a mão do Temer.

Por isso, contra o Golpe travestido de impeachment, Dilma se reuniu com Ciro. As forças que defendem a democracia devem estar unidas. Pode ser o amadurecimento do diálogo entre forças que podem – somente elas – implodir o ataque à democracia. No G1:

Em jantar, Dilma discute com Ciro ações contra impeachment, diz Lupi

(…)

Na semana passada, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acolheu pedido de impeachment da presidente movido pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Júnior. Cunha negou motivação política.

Em reação ao anúncio dele, a própria presidente fez pronunciamento no qual disse que não cometeu “atos ilíticos” . Ela também já declarou que se defenderá com todos os instrumentos democráticos.

“A presidenta chamou o Ciro ao Alvorada para eles analisarem a atual conjuntura política e econômica. Além disso, para reforçar também o projeto de defesa do mandato dela”, disse Lupi.

“Então, é por aí a linha do encontro, definir estratégias contra o impeachment”, acrescentou.

(…)

Ciro Gomes já se posicionou contrariamente ao processo aberto por Cunha na última semana ao afirmar que o impeachment é “um remédio grave e absolutamente excepcional”. Além disso, no sábado (5), durante evento em Belo Horizonte (MG), acusou o vice-presidente Michel Temer (PMDB) de ser o “capitão do golpe” contra Dilma.

(…)

Deixe um Comentário!