Notícias

Delegados da PF pressionam o Zé, ministro da Justiça

Delegados da PF pressionam o Zé, ministro da Justiça

Delegados da PF pressionam o Zé, ministro da Justiça – Foto: Ministério da Justiça

Como se vê, os cortes atingiram todas as esferas da República. Mas os delegados da PF pressionam o Zé da Justiça para que a sua instituição não seja lesada.

É como se o Zé fosse subalterno dos delegados.

Quando na verdade o ministro da Justiça é superior e tem poderes absolutos sobre a Polícia Federal.

Poderes inclusive para não se deixar acossar por uma carta que pede “menos discurso e mais ações efetivas”.

A PF do Zé quer sair do manto do ministério da Justiça através da PEC 412/2009. Para se tornar mais política do que hoje é.

No Estadão:


Delegados exigem de Cardozo ‘menos discursos’ e mais apoio à PF

Irritados com o corte de R$ 133 milhões no orçamento de 2016, (imposto pelo Congresso Nacional ao ajustar as contas do governo – nota do C Af) os delegados de Polícia Federal decidiram pressionar o ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) para que tome uma atitude em defesa da corporação. Em carta ao ministro, protocolada nesta segunda-feira, 28, um grupo de 37 delegados da PF cobra de Cardozo ‘menos discursos e mais ações efetivas do Ministério da Justiça em defesa da Polícia Federal’.

Eles querem realização de ‘todos os atos institucionais necessários para impedir que a Polícia Federal seja alvo de um processo de sucateamento em razão do cumprimento da sua competência constitucional: combater o crime organizado, os crimes decorrentes dos desmandos políticos e econômicos e a corrupção’.

Leia também: Escuta ilegal na cela de Curitiba: 100 horas de gravação

“Caso Vossa Excelência reconheça a sua impossibilidade política em defender a Polícia Federal, os delegados exigem, então, que apoie e se engaje, ao lado da instituição, na busca pela autonomia orçamentária e financeira da Polícia Federal, por meio de gestões para a aprovação da PEC 412/2009, que tramita no Congresso Nacional, a qual garantirá a desvinculação da Polícia Federal do manto do Ministério da Justiça e que permitirá à instituição Polícia Federal se defender por seus próprios meios contra o processo de desmonte que a ela está sendo imposto”, insistem os delegados.

(…)


Em tempo: O corte de 133 milhões do orçamento de 2016 foi imposto pelo Congresso Nacional ao ajustar as contas do Governo Federal.

Deixe um Comentário!