Notícias

Livro de Chico Buarque é alvo da ira fascista

Livro de Chico Buarque é alvo da ira fascista

Livro de Chico Buarque é alvo da ira fascista – Foto: Reprodução

Pseudoconsumidor pixou livro de Chico Buarque na livraria Saraiva, Shopping Rio Sul. A intolerância política começa a chamara a atenção. Isso não vai acabar bem!

O que leva uma pessoa a entrar numa livraria, sacar um exemplar de um livro e só porque não discorda das posições políticas do autor, rabisca-o?

Que moral teria uma pessoa capaz de riscar um livro sem tê-lo comprado antes? E como provar que Chico é “ladrão de dinheiro público”?

Este tipo de ofensa somente eleva o tom de guerra política quando o que precisamos é dialogar. O Brasil não voltará a crescer se os brasileiros, em vez de aprofundarem o verdadeiro debate, sublimarem o conflito raso e vazio.

Do Jornal Correio do Brasil:

Não bastou a abordagem violenta dos ‘coxinhas’, como são chamados os fascistas soltos na Zona Sul do Rio de Janeiro, ao escritor e compositor Chico Buarque de Hollanda, na última terça-feira. Na manhã deste sábado, um desses fascistas, disfarçado de consumidor, entrou na livraria Saraiva do shopping Rio Sul, pixou e rasgou um exemplar do livro O irmão alemão, escrito por Chico Buarque.

Além de rasgar páginas do livro, o vândalo deixou uma mensagem: “Petista, hipócrita (sic), ladrão de dinheiro público”.

“Ir até uma livraria danificar um livro (sem comprar) porque não concorda com a posição política do autor, não faz de você um F*dão e sim um Babaca, que não respeita o trabalho dos livreiros, que estão trabalhando nesse período, exaustos, e que precisam da comissão nas vendas dos livros. Esse ódio partidário está cegando as pessoas!!”, protestou uma estudante, no seu perfil, em uma rede social.

“Ou combatemos severamente essa gente ou qualquer dia estarão queimando livros e pessoas em praça pública!”, comentou uma amiga da estudante.

Deixe um Comentário!