Blog do Mailson Ramos Mídia

O “método pauleira”: a imprensa bate e depois mensura

O “método pauleira”: a imprensa bate e depois mensura

O “método pauleira”: a imprensa bate e depois mensura – Foto: Lula Marques/ Agência PT

 

A imprensa brasileira criou o “método pauleira” como um mecanismo de pressão sobre figuras públicas. Ela manipula a opinião e depois a mensura.

A imprensa brasileira tem métodos que de tão simplórios também se tornam vis. Não é segredo para ninguém que os jornalões se comprazem em massacrar a imagem do ex-presidente.

E não é um simples massacre. Vejam o que é o quarto poder e a que ponto ele é capaz de chegar para defender as estruturas hegemônicas por onde é sustentado.

Batem no Lula dia e noite.

Não é simplesmente uma notícia rotativa que se escala de veículo em veículo. Não. É uma acirrada disputa para ver quem bate mais, com uma diversidade de informações que se não nascem de fatos, nascem de fontes como “interlocutores”, “amigos”, “correligionários” e congêneres.

Depois de um determinado período, a própria imprensa encomenda pesquisas – geralmente de seus próprios institutos – para mensurar a situação política.

Este é o “método pauleira”: bater, espezinhar, insuflar a opinião pública e depois publicar uma pesquisa onde os números, reflexos do momento, corroboram a ideia una da imprensa golpista.

Estas pesquisas não servem para nada. Ou antes, elas medem o que qualquer cidadão bem informado já sabe. Não dá para permanecer no topo preferência com tanta pancadaria.

Todo mundo sabe que a corrupção não se origina de um único partido. Mas por que apenas este ou aquele partido tem sido massacrado em praça midiática?

Leia também: Na Folha, o Lula em tons simbólicos de Delcídio

Os números demonstram que o Lula é forte e o seu eleitorado ainda o acompanha.

O que se pode dizer da silenciosa Marina Silva? Onde ela está? O que pensa da crise? Que considerações os eleitores fazem de sua imagem política? Ser preferido enquanto mantenho a boca fechada e a distância de polêmicas não são atitudes de um político.

Aécio é um saco sem fundo. Não tem serventia senão para si mesmo ou para os asseclas do PSDB. Posa de probo, se resguarda, aparece impoluto na GloboNews, é paparicado na grande mídia e, quando parte para o páreo, é nada mais que um pangaré.

Está ali, quase alinhado ao Lula que diferentemente dele apanha todo dia na imprensa.

Ademais, é um grande erro conjecturar sobre as eleições de 2018 porque estamos em crise e a presidenta Dilma Rousseff foi reeleita a pouco mais de um ano. São estas as discussões que a imprensa é capaz de suscitar.

E parece que até 2018 ela vai utilizar pancadaria e pesquisa – o “método pauleira” – para impedir que o Lula volte. Não impedirão.

2 Comentários

  • É bem verdade que a imprensa só esta preocupada em ter audiência, custe o que custar. Mas tambem há de se considerar que quem dá a audiência precisa usar mais o cérebro.

  • Os jornalistas de hoje não dão mais noticias, vendem opiniões, estão se vendendo a preço de banana, são dissimulados, criativos para o mal, tendenciosos, a imprensa e a mídia em geral, estão sendo o câncer da sociedade contemporânea …desestruturando valores em troca de posição e poder……Deus nos salve

Deixe um Comentário!