Notícias

Contra Cunha, oposição se reúne com Janot

Contra Cunha, oposição se reúne com Janot

Contra Cunha, oposição se reúne com Janot – Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil

 

Líderes dos principais partidos de oposição deverão se encontrar nesta quarta-feira como o procurador-geral da República, Rodrigo Janot; o problema atende pelo nome de Eduardo Cunha.

Os líderes do Psol, Rede, PSDB, PSB, DEM e PPS na Câmara se reúnem nesta quarta-feira (25), às 17h, com o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, para entregar o documento que pede a saída imediata de Eduardo Cunha da Presidência da Casa.

Nesta terça (24), durante reunião de todos os líderes partidários na Câmara, os líderes que pedem a saída de Cunha se revezaram, um a um, para falar, olhando nos olhos do peemedebista, que não o aceitam mais como presidente. Houve silêncio e muito constrangimento.

Mais cedo, os seis líderes já haviam se reunido na liderança do PPS para fechar acordo sobre a obstrução de todas as sessões em Plenário até que Cunha deixe o comando da Casa. Os deputados dos seis partidos informaram, ainda, que não participarão mais das reuniões de líderes.

Leia também: Oposição avança contra Eduardo Cunha

A medida é uma resposta à anulação, na semana passada, da reunião do Conselho de Ética para a leitura do parecer do deputado Fausto Pinato (PRB-SP), relator do processo que pede a cassação do mandato de Eduardo Cunha.

Líder do Psol, o deputado Chico Alencar (RJ) disse que a notícia da obstrução dos líderes foi recebida “friamente” pelo presidente da Câmara durante a reunião dos líderes. “A reação foi o silêncio. Eles queriam começar a reunião como se nada tivesse acontecido e o presidente reagiu friamente”.

Em entrevista coletiva ontem, Cunha já havia dito que a Câmara não ficará paralisada pela tentativa de alguns parlamentares de obstruir os trabalhos. O presidente ameaçou, inclusive, cortar o ponto dos deputados que optarem pela obstrução da atividade da Casa.

Também nesta terça-feira, a defesa de Eduardo Cunha obteve resposta positiva no pedido de vistas do processo, o que fez com quem uma eventual votação do prosseguimento do processo pelo Conselho de Ética fosse adiada para a semana que vem.

Deixe um Comentário!