Blog do Mailson Ramos

Andanças: de Brasília ao Trump Tower

Ciro Gomes - Crédito: Reprodução

Ciro Gomes – Crédito: Reprodução

Enquanto o processo de cassação de Cunha espera um relator efusivo, tem gente de olho na relação entre ele e o Temer. E Marin? Pobrezinho do Marin engaiolado no Trump Tower!

A intimidade de Temer e Cunha, segundo Ciro

Ciro Gomes tem exercido forte oposição a Eduardo Cunha com declarações bastante duras e centrada nas revelações sobre a vida pregressa do presidente da Câmara dos Deputados.

Desta feita, em vídeo, Ciro soltou o verbo e disse que “Não é possível que o parlamento brasileiro ainda sobreviva com o mínimo de respeitabilidade popular sem resolver esse câncer”.

Fazia clara referência ao deputado peemedebista.

E mais. Lançou uma invectiva sobre a parceria entre Eduardo Cunha e o vice-presidente da República, Michel Temer. “Vocês podiam pesquisar quem foi que relatou a medida provisória do Minha Casa Minha Vida, quando era presidente da Câmara o senhor Michel Temer, e Eduardo Cunha recebeu dele essa tarefa e apresentou uma emenda criando crédito superior a R$ 80 bilhões para atender o lobby da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo)”

Para Ciro, Michel Temer é “parceiro íntimo” de Eduardo Cunha.

O ex-ministro que agora é filiado ao PDT divulgou o vídeo em sua página no Facebook.

A alegria de um possível relator

Vitória de Eduardo Cunha - Crédito: Wilson Dias/ABr

Vitória de Eduardo Cunha – Crédito: Wilson Dias/ABr

A imagem fala mais do que qualquer palavra. O deputado Vinicius Gurgel (PR-AP) – no destaque da imagem acima – era um dos mais eufóricos durante a ascensão de Eduardo Cunha à presidência da Câmara. Ontem (3) ele foi selecionado para concorrer ao cargo de relator do processo de cassação do mesmo Cunha com quem comemorou vitória esmagadora em fevereiro.

Gurgel disse que se escolhido, deverá dar um parecer favorável à continuação do processo ‘porque não vê possibilidade de arquivá-lo’.

Resta saber se o deputado vai de fato dar andamento ao processo de cassação.

O que se sabe é que independente da imagem acima referida, muitos deputados têm em conta que Gurgel sempre manteve bom contato com o Cunha e inclusive foi seu coordenador de campanha no estado do Amapá.

Pobre Marin

Trump Tower - Crédito: Reprodução

Trump Tower – Crédito: Reprodução

A imprensa brasileira é mesmo incrível.

Ela ensaiou quase uma canção de pranto para o Marin.

Pobre Marin.

Esta referência administrativa para o futebol brasileiro.

Capaz de esconder uma medalha de premiação no bolso e coisas afins; além de participar de esquemas de corrupção da e na FIFA, por exemplo.

Como se sabe o honorável cartola brasileiro, que estava preso na Suíça, foi extraditado para os Estados Unidos onde permanecerá em prisão domiciliar após pagar uma multa milionária.

Usará tornozeleira eletrônica e será vizinho de Donald Trump. Isso mesmo.

Marin possui um apartamento com suíte de 101 m² que valeria US$ 2,6 milhões (R$ 9,9 milhões), segundo corretores de Nova York.

De acordo com o site da BBC, apesar das restrições à sua liberdade, Marin poderá contar com a estrutura do prédio, que inclui confortos como academia de ginástica e serviço de camareira.

Pobrezinho.

1 Comentário

  • É isso aí…. “Os cães ladram e as caravanas (abarrotadas) passam” .De onde saiu tanto dinheiro? …Apartamento no Trump Tower? …Fiança milionária? Cade a Receita, não se manifesta? Tá tudo certo? Declarado? E, a Medalha surrupiada, tbm? ,”…ODAR -CY” (no jargão direto e popular). “Nossos latidos”, ecoam na tenebrosa escuridão lamacenta, em mares fétidos!”

Deixe um Comentário!