Notícias

Miro: Paraná em crise e Beto Richa desfrutando Paris

Miro: Paraná em crise e Beto Richa desfrutando Paris

Miro: Paraná em crise e Beto Richa desfrutando Paris – Crédito: Orland Kissner

 

Enquanto Estado do Paraná vive agudíssima crise administrativa, o governador Beto Richa flana em Paris, capital francesa. Afinal, tucanos podem tudo. Do Blog do Miro.

Os tucanos realmente se acham totalmente imunes. Como diz um “meme” que bombou na internet, para evitar a cadeia, basta se filiar ao PSDB! No caso do Paraná, a situação é gritante. O governador Beto Richa é acusado de improbidade administrativa por ter ordenado o famoso massacre dos professores, que deixou mais de 200 feridos. Ele também é suspeito em vários casos de corrupção, que foram liderados por seu “suposto” primo – segundo o noticiário da mídia chapa branca. Para piorar, o Estado afunda numa grave crise financeira, com dívidas acumuladas de quase R$ 1 bilhão com os fornecedores. Para pagar as despesas, o governo já aumentou impostos e cortou um quarto do orçamento. Mesmo neste cenário catastrófico, o tucano Beto Richa ainda se dá ao luxo de curtir um passeio em Paris. O playboy é chique!

Segundo revela a Folha nesta terça-feira (13), em matéria assinada pela jornalista Estelita Hass, “o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), passou o fim de semana em Paris, hospedado num hotel cinco estrelas, às custas do erário. Richa deixou o Paraná na noite de sexta-feira (9), rumo a uma missão internacional para atrair investimentos da China, Rússia e França. A viagem irá durar 13 dias. No roteiro oficial, que começa por Xangai nesta terça (13), a capital francesa aparece só no fim, para visita a uma fábrica de veículos elétricos. A estadia do fim de semana, descoberta pela Folha, não foi divulgada previamente. O governo do Paraná afirma que a escala em Paris foi uma ‘parada técnica’”. Baita parada técnica para o tucano e seus cupinchas!

Ainda de acordo com a reportagem, “a comitiva oficial é formada por cerca de dez pessoas, entre empresários e servidores… Richa e parte da delegação chegaram a Paris no fim da manhã de sábado e deixaram a cidade apenas na segunda pela manhã. Não houve agenda oficial no período. O grupo ficou hospedado no Hôtel Napoléon, um estabelecimento cinco estrelas próximo ao Arco do Triunfo e à Avenida Champs-Élysées, uma das regiões mais luxuosas de Paris. A diária por pessoa custa cerca de 250 euros – por volta de R$ 1.000. Richa estava acompanhado da mulher, Fernanda Richa (que é secretária de Desenvolvimento Social), do assessor Eduardo Pimentel Slaviero e do presidente da Agência Paraná de Desenvolvimento, Adalberto Netto. Os quatro tiveram gastos pagos pelo governo – os demais bancaram toda a viagem”.

Flagrado em seu passeio parisiense, o grão-tucano Beto Richa tratou logo de se justificar. Na própria Folha, a sua assessoria informou que a escala em Paris foi “uma parada técnica”, em decorrência da indisponibilidade de voos para a China no final de semana. “A Folha perguntou por que o tucano não voou apenas no sábado ou no domingo, ou pegou outro voo para a China no fim de semana. A reportagem encontrou oito trajetos diretos entre Paris e Xangai nesse intervalo. A assessoria, porém, informou que não havia vagas disponíveis para toda a comitiva. Além disso, caso saíssem do Brasil no domingo, o tempo de conexão para o voo até Xangai seria insuficiente”. Pronto. Está explicado. Afinal, todo tucano é santo!

base-banner22

1 Comentário

Deixe um Comentário!