Nossa Política » Notícias » Foragida há 39 dias, prefeita ostentação se entrega à PF
Notícias

Foragida há 39 dias, prefeita ostentação se entrega à PF

Foragida há 39 dias, prefeita ostentação se entrega à PF
Foragida há 39 dias, prefeita ostentação se entrega à PF – Crédito: Reprodução

 

Prefeita ostentação se entrega à polícia do Maranhão. Estima-se que ela e sua quadrilha tenha afanado mais de 1 milhão de reais dos cofres da pequena Bom Jardim.

A pequena cidade de Bom Jardim, no Maranhão viu, após 39 dias foragida, a sua ex-prefeita, Lidiane Leite se entregar à Polícia Federal do Estado. Lidiane ganhou a alcunha de Prefeita Ostentação por aparecer nas redes sociais em poses e condição de exagerada opulência.

Além disso, Lidiane e sua turma passaram a mão em 1 milhão de reais, segundo informações da PF. Esta é uma demonstração clara de que a corrupção não é um problema das mais altas fileiras da política. Não. Ela está arraigada, sobretudo nas escalas mais simples de nossa República.

A matéria abaixo é do R7.

A ex-prefeita Lidiane Leite da cidade de Bom Jardim, no Maranhão, se entregou na sede da Polícia Federal do Estado por volta das 13h desta segunda-feira (28) após 39 dias foragida. Ela é acusada de participar de um esquema de desvio de dinheiro da merenda escolar do município que pode alcançar R$ 15 milhões.

A ex-prefeita foi cassada pela Câmara de Bom Jardim no dia 4 de setembro. Contra ela, há um mandado de prisão preventiva. Ao finalizar o inquérito que investigou a ex-prefeita, a PF ratificou o indiciamento de Lidiane, que vai responder pelos crimes de peculato, associação criminosa e fraude à licitação.

A ex-prefeita ficou conhecida pela ostentação, nas redes sociais, de luxo e glamour, mesmo sendo responsável pela administração de uma cidade de 40 mil habitantes à beira da miséria, com um dos menores IDHs do Brasil. Carros de luxo, festas e beleza estavam entre as principais preocupações de Lidiane.

De acordo com o relatório final de indiciamento da ex-prefeita, ela, seu ex-namorado e ex-secretário de Articulação Política, Beto Rocha, e o ex-secretário de Agricultura Antônio Gomes da Silva sacaram R$ 300 mil sobre contratos de merenda escolar. A estimativa da PF é de que a fraude à licitação, neste caso, tenha chegado a R$ 1 milhão.

Ainda nesta tarde, Lidiane será ouvida e pode ser encaminhada para um centro de detenção.