Notícias

O depoimento que vai anular a Lava Jato

O depoimento que vai anular a Lava Jato

O depoimento que vai anular a Lava Jato – Reprodução/Estadão

 

Paulo Henrique Amorim, no Conversa Afiada, destrincha o episódio do grampo telefônico ilegal no quartel general de Sérgio Moro. E as revelações de um analista de inteligência sobre como este grampo foi instalado.

O vídeo a seguir é o depoimento do analista de inteligência Dalmey Fernando, da Policia Federal, ao Dr. Moro, aquele cuja Vara foi retirada pelo Ministro Teori.

Fernando conta, sem meias palavras, que foi procurado pelos delegados Igor Romário de Paula e Marcio Anselmo, em seu gabinete de trabalho, para grampear a cela em que estavam o doleiro Youssef – ele rouba, delata ao Moro, sai, rouba, delata ao Moro, sai, rouba, delata ao Moro etc etc – e o ladrão confesso Paulo Roberto Costa.

O “dispositivo” foi efetivamente instalado, na presença da delegada Maria Inês, da Polícia Federal do .

Acompanharam a instalação do grampo dois funcionários da custódia e um agente da PF, o Bolacha, o Romildo.

De quem partiu a ordem para instalar o grampo na cela dos presos, sem autorização judicial?

Dos delegados da Policia Federal do zé.

Qual a orientação que Fernando recebeu sobre o conteúdo do grampo ilegal?

O delegado Igor lhe disse que ficasse tranquilo porque, como ele não podia fazer a analise do grampo ilegal, bastava fazer a coleta do material e entregar ao delegado Marcio Anselmo.

Navalha

O delegado Igor e o delegado Marcio Anselmo, que tem todos os ouvidos do Juiz Moro, são velhos conhecidos.

Eles apareceram na histórica reportagem da Julia Duailibi, no Estadão, onde confessam sua despudorada predileção pelo candidato Aecím.

São os delegados aecistas.

O delegado Anselmo chega a se referir ao presidente Lula como “essa anta”!

São exemplares perfeitos da notável esculhambação em que se transformou a Polícia Federal do zé.

Muito pior que a do Fernando Henrique.

O interessante é que o zé saiu por aí a dizer que ia apurar o grampo na cela do Youssef.

Até hoje não apurou…

Nem vai apurar…

Mas, por que o zé não vai embora, amigo navegante?

Porque ele presta um inestimável serviço à Presidenta: ele é um petista não petista!

E quando esse  grampo ilegal anular a Lava Jato, o zé será capaz de dizer “puxa, que lastima, a Justiça estava sendo servida”!

E dane-se o Vaccari!

E dane-se o José Dirceu!

base-banner22

Deixe um Comentário!