Notícias

Dilma entrega 2.932 casas e O Globo vocifera

Dilma entrega 2.932 casas e O Globo vocifera

Dilma entrega 2.932 casas e O Globo vocifera – Crédito: Ichiro Guerra/ PR

 

O jornal O Globo representa uma imprensa nascida no conservadorismo das ditaduras. E neste momento ele cumpre o dever infausto de desestabilizar um governo eleito democraticamente.

Segundo o jornal O Globo, o governo teria entregado obras do Minha Casa Minha Vida às pressas, na cidade de Maricá, no Rio de Janeiro. Ainda de acordo com o periódico carioca, os imóveis foram construídos em bairros sem infraestrutura e saneamento. O Globo, que faz oposição cerrada ao governo da presidenta Dilma, embora vista aquele manto hipócrita do bom jornalismo e da imparcialidade, não deu ênfase à entrega de 2.932 casas.

Para eles o assunto principal era o esforço da presidenta em manter uma agenda positiva, mesmo com os “as obras inacabadas”. É vexatório ver como a imprensa se comporta diante da possibilidade de reagir contra o governo e contra a presidenta. As respostas vieram imediatamente.

CAIXA e Ministério das Cidades respondem matéria do Jornal O Globo

​Com relação à matéria “Minha casa, meus problemas”, publicada na edição desta sexta-feira (31), o Ministério das Cidades e a Caixa Econômica Federal esclarecem que as informações não procedem e são divergentes ao que foi apresentado ao jornal O Globo durante coletiva de imprensa sobre a entrega dos empreendimentos realizada na data de ontem (30), no município de Maricá (RJ).

Cabe esclarecer que foi informado ao jornal O Globo que a ligação da rede de energia elétrica do conjunto Carlos Marighella estava completamente normalizada e pronta para uso dos beneficiários. Foi explicado que, para tanto, o morador deve solicitar o ligamento do serviço à empresa concessionária, como ocorre em toda nova residência que acaba de ser entregue pela construtora.

Durante a entrevista também foi informado que o fornecimento de água também está concluído e em funcionamento. E que ontem (30) houve interrupção do serviço por motivo de um incidente no sistema que afetou o bairro em geral e não apenas o conjunto Carlos Marighella. O jornal recebeu esclarecimento que o problema seria solucionado no mesmo dia, como de fato aconteceu.

Foi esclarecido ainda que a prefeitura já entrou, na Caixa Econômica Federal, com termo aditivo para construção de uma escola básica e de uma creche no terreno mencionado pela reportagem. Esse procedimento está previsto nas normas do Programa Minha Casa Minha Vida. Além disso, foi esclarecido que os moradores não ficarão desassistidos por serviços básicos como saúde e educação, uma vez que, no raio de 2,5 km, já existem equipamentos públicos desta natureza, também conforme preveem as normas do programa federal.

Diante das informações prestadas à reportagem e em respeito aos leitores do jornal, solicitamos a publicação dos esclarecimentos, com a correção das informações divulgadas na matéria citada.

base-banner22