Notícias

Estadão, Lula, Aécio e a confidencialidade

Estadão, 'Brahma', Aécio e a inconfidencialidade

Estadão, ‘Brahma’, Aécio e a inconfidencialidade – Crédito: Nelson Almeida

 

A notícia extrapola o fato da confidencialidade e sigilo da Operação Lava Jato. Entre Aécio e Lula, citados em conversa com o empresário da OAS, Léo Pinheiro, destaca-se o vazamento da investigação para o Estadão.

O veneno da vez sangrou das veias tênues do Estadão. Segundo o jornalão paulista, a PF interceptou mensagens de celular em que Léo Pinheiro, presidente da OAS, cita nome “Brahma” (no que seria uma referência ao ex-presidente Lula, segundo o jornal) e “Aécio”. Ainda de acordo com o Estadão, a Polícia Federal não atribui ao relatório nenhuma suspeita sobre o ex-presidente ou sobre o senador mineiro. O relatório tem 38 páginas e é apenas uma transcrição das conversações do presidente da OAS.

Este relatório foi anexado à 14ª fase da Operação Lava Jato e que levou à prisão empresários da Andrade Gutierrez e Odebrecht. O Estadão fez questão de citar que esta é a única citação de Aécio Neves nas conversas de Léo Pinheiro.

Segundo o Estadão, em dezembro de 2012, duas semanas após a mensagem de Léo Pinheiro, Aécio Neves foi oficializado pré-candidato a presidência da República.

O que o Estadão fez questão de relativizar foi a citação de Aécio Neves que se encontrou com um empreiteiro. A memória do amigo leitor por certo há de reavivar a condição dos petistas envolvidos mesmo em citações ou contato com empreiteiros.

Outra questão é o vazamento seletivo. Nunca se viu na história desta república uma operação sigilosa tão vazada quanto a Lava Jato. Os delegados da Polícia Federal parecem atônitos diante do assédio da imprensa e sua sanha por julgar e condenar quem lhes aprouver. Vaza-se todo e qualquer conteúdo. Isso não é mais uma operação policial: é um espetáculo mambembe.

Interessante é ver que no rodapé dos screens do relatório está a palavra “confidencial” em vermelho. Não se sabe para onde foi a confidencialidade destas investigações e que caráter elas tem diante da sociedade que assiste e lê em letras garrafais a dissonância das notícias vazadas. E os capítulos que se seguem serão repetitivos.

base-banner22