Notícias

Eduardo Cunha retém apurações na Câmara

Eduardo Cunha retém apurações na Câmara

Eduardo Cunha retém apurações na Câmara – Crédito: Antônio Cruz/Agência Brasil

 

Eduardo Cunha retém apurações na Câmara

Segundo a Folha de S. Paulo, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), retém sem decisão, há algumas semanas, oito requerimentos para abertura de investigação na Corregedoria da Casa contra 28 parlamentares, incluindo ele próprio.

Em meio à retenção destes requerimentos, o PSOL pediu abertura de sindicância para que seja apurado o suposto envolvimento de Cunha e outros 21 colegas com o esquema revelado na Operação Lava Jato.

Ainda de acordo com o jornal, sem o despacho de Cunha, a Corregedoria fica impedida de abrir a investigação.

A representação foi protocolada pelos cinco deputados do PSOL em 10 de março. O partido pretendia a abertura de sindicância sobre os 22 deputados que foram alvo de inquéritos abertos no STF (Supremo Tribunal Federal) em desdobramento da Lava Jato.

O alvo é um dos deputados do PSOL que assinaram o requerimento sobre a Lava Jato, Edmilson Rodrigues (PSOL-PA). A suposta vítima da agressão é um aliado de Cunha, o presidente da CPI da Petrobras, Hugo Motta (PMDB-PI), chamado de “moleque” num bate-boca.

Acontece que Eduardo Cunha não brinca em serviço. Ele está interessado em soterrar as investigações e livrar sua cabeça, assim como a dos seus comparsas. Naturalmente ele se utiliza de mecanismos próprios e da Casa para escapar das acusações formalizadas pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot e encaminhadas a Teori Zavaski, ministro do STF.

Cunha ainda não autorizou o arquivamento para evitar a suspeita de que age em proveito próprio, segundo a Folha apurou. A ideia discutida no comando da Casa é que outro deputado, durante uma ausência de Cunha, autorize.

De alguma forma, os deputados parecem entregues nas mãos de Cunha. A maioria deles forma um clube de aliados, especialmente aqueles que são vinculados a bancadas religiosas e aos que cedem aos apelos do empresariado. Não é exagero pensar que, com um pouco de empenho, ele se safará das investigações e acabará ileso porque a justiça e o mídia só têm olhos para o PT.

(Acompanhe as publicações do Nossa Política no Facebook. Curta aqui).