Notícias

Aloysio: Dilma é respeitável e tem partido

Aloysio: Dilma é respeitável e tem partido

Aloysio: Dilma é respeitável e tem partido – Crédito: Geraldo Magela/ Agência Senado

 

Cautela e cuidado com a pregação do ódio: o senador Aloysio Nunes deu entrevista à Folha e pregou precaução aos pares do PSDB que querem o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

O Senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), em entrevista ao colunista Bernardo Mello Franco, da Folha, pediu cautela aos colegas de partido no que diz respeito à pregação da derrubada da presidente Dilma Rousseff. Ele não vê base para o impeachment de Dilma e confirma que esta possibilidade poderia atirar o país num “ambiente de instabilidade”.

Aloysio Nunes fez uma comparação entre Dilma e Collor. Para ele, Collor era um político solitário e sem partido. Dilma, entretanto, é uma figura respeitável, “tem um partido e tem o apoio de movimentos sociais”. Aloysio disse que a oposição deve refletir sobre as consequências de um afastamento da presidente da República.

O senador atenta para o fato de que muita gente no PMDB está excitada com a hipótese da queda de Dilma. Para ele, o PSDB não deverá aderir automaticamente a uma eventual gestão do vice. “Talvez seja o ideal para o Lula. A gente entra no governo, e ele fica livre para fazer oposição e sair candidato em 2018”.

Aloysio Nunes foi apontado por Ricardo Pessoa, empreiteiro da UTC, como destinatário de caixa dois. Questionado pelo colunista sobre este envolvimento na Lava Jato, o tucano deu a mesma resposta do seu colega, Antônio Anastasia, quando este foi entrevistado pelo Estadão: “É absurdo imaginar que eu tivesse influência na Petrobras. Seria um crime impossível”.

Aloysio Nunes tem DNA tucano, mas não é bobo. Seu discurso é muito mais uma orientação. Moderado, ele tentará divagar entre seus pares com a ideia de cautela. Mas qual será o poder de Aloysio Nunes dentro do PSDB? Será que a cautela pedida por ele será ouvida pelas autoridades principais do partido? O que pensa o senador Aécio neves, principal liderança do PSDB, sobre esta parcimônia pedida por Aloysio Nunes? Aguardemos os próximos capítulos desta história.

base-banner22