Escavadeira

Aécio arquivou pedido de impeachment de FHC

Aécio arquivou pedido de impeachment de FHC

Aécio arquivou pedido de impeachment de FHC – Crédito: Uol

Em 24 de maio de 2001, a notícia de que Aécio Neves, então presidente da Câmara dos Deputados, arquivava pedido de impeachment de FHC não chamava a atenção da mídia.

Saiu no Estadão:

Aécio arquiva pedido de impeachment de FHC


O presidente da Câmara, deputado Aécio Neves (PSDB-MG), mandou arquivar o pedido de abertura de processo por crime de responsabilidade contra o presidente Fernando Henrique Cardoso apresentado, na semana passada, por juristas. O pedido, que poderia levar ao impeachment de Fernando Henrique, foi arquivado por Aécio sob o argumento de que o presidente da República não liberou verbas do orçamento para impedir a criação de uma CPI destinada a apurar denúncias de corrupção no governo.

O pedido foi apresentado pelos juristas Celso Antônio Bandeira de Melo, Dalmo Dallari, Fábio Konder Comparato, Goffredo da Silva Telles Júnior e Paulo Bonavides. “São bons juristas, mas são ignorantes em matéria de processo orçamentário”, disse o líder do governo na Câmara, deputado Arnaldo Madeira (SP). “Eles (juristas) não entendem nada da vida política”, completou o tucano. Para o líder do PT na Câmara, deputado Walter Pinheiro (BA), o presidente Aécio Neves deveria ter submetido o pedido à apreciação do plenário.

“Os deputados é que deveriam votar para decidir pela abertura ou não do processo”, disse o petista. “É o velho esquema do uso do poder do presidente da Câmara”, afirmou. No despacho de seis páginas, Aécio Neves argumentou que “inexiste a comprovação de um liame que possa unir a liberação de verba com a retirada de assinatura”. Alegou, ainda, que a liberação de verbas orçamentárias para os deputados está previsto no Orçamento da União deste ano.