Notícias

“Luta para recuperar a Petrobras é minha”, diz Dilma

"Luta para recuperar a Petrobras é minha", diz Dilma

“Luta para recuperar a Petrobras é minha”, diz Dilma – Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.

“Tenho certeza que a luta para a recuperação da Petrobras está em curso. Falo tanto da recuperação, e a luta é minha, do meu governo”, disse Dilma Rousseff.

Durante a posse do novo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, nesta segunda-feira, a presidente Dilma Rousseff defendeu que a recuperação da Petrobras será essencial para impulsionar o ensino no país. No discurso, ela ressaltou a sanção do Plano Nacional de Educação, aprovado no ano passado e a destinação de 75% dos royalties do petróleo do pré-sal para investimentos na área.

“Tenho certeza que a luta para a recuperação da Petrobras está em curso. Falo tanto da recuperação, e a luta é minha, do meu governo. Tenho certeza que interessa a todo o povo brasileiro. O que está em jogo nessa luta em defesa da Petrobras e do controle do pré-sal é nossa soberania, é o futuro do nosso país e da nossa educação”, disse a presidente.

Apesar do momento de contenção de gastos, a presidente garantiu que os projetos do MEC não sofrerão perdas. Os cortes orçamentários têm se refletido no atraso de repasses para instituições do Pronatec e para as universidades federais, que chagaram a postergar o início das aulas. O aspecto econômico também motivou restriçoes no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) desde dezembro. Segundo a presidente, entre janeiro e março, 628 mil brasileiros tiveram acesso ao ensino superior.

Novo ministro

Janine tomou posse nesta segunda-feira, depois de Cid Gomes pedir demissão no último 18 de março após uma discussão na Câmara dos Deputados. Janine é o quinto ministro da pasta desde o início do primeiro mandato de Dilma Rousseff, em janeiro de 2011. Antes dele, passaram Fernando Haddad, Aloizio Mercadante, José Henrique Paim e Cid Gomes.

O novo ministro foi professor titular de Ética e Filosofia Política na Universidade de São Paulo (USP), onde se doutorou após defender mestrado na Universidade de Sorbonne, na França. Se dedicou à análise de temas como  representação política, democracia e cultura política brasileira. Ribeiro foi diretor de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) entre 2004 e 2008. Ele é autor de 18 livros, entre eles A sociedade contra o social, ganhador do Prêmio Jabuti de Ensaio em 2011.

Fonte:  Correio Brasiliense

A presidente Dilma Rousseff defende a Petrobras e os royalties do petróleo do pré-sal.

Deixe um Comentário!