Notícias

Marta Suplicy: ‘Ou o PT muda ou acaba’

Partido dos Trabalhadores

Partido dos Trabalhadores – Crédito: pt.org

 

Marta Suplicy: ‘Ou o PT muda ou acaba’

Marta Suplicy (PT-SP), senadora e ex-ministra, criticou a presidente Dilma Rousseff e o próprio partido em entrevista publicada neste domingo (11) pelo jornal Estado de S. Paulo. Marta disse que “ou o PT muda ou acaba”.

Na entrevista, a senadora reconheceu que fez articulação para que o ex-presidente Lula fosse candidato no ano passado no lugar de Dilma. Ela qualificou o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, de “inimigo”. Disse ainda que Dilma não reconhece os próprios erros e que deve deixar a equipe econômica trabalhar com autonomia se quer que o Brasil se reerga.

Em novembro, Marta pediu demissão do cargo de ministra da Cultura – na ocasião, se valeu de uma carta em que fez objeções ao governo. No mês passado, ela criticou o escolhido para ser seu sucessor no ministério, o sociólogo Juca Ferreira, que segundo ela fez “desmandos” quando comandou a pasta entre 2008 e 2010, no segundo governo Lula.

Marta contou que no ano passado organizou um jantar com empresário para apoiar a candidatura de Lula, mas o ex-presidente não quis, mesmo que tenha estimulado a ideia anteriormente.

A senadora elogiou a equipe econômica escolhida por Dilma (“qualificada”), mas afirmou que a presidente precisa aprender a reconhecer os próprios erros para permitir que o governo avance. Disse ainda que o PT é um partido “cada vez mais isolado”. E criticou: “Cada vez que abro um jornal, fico mais estarrecida com os desmandos do que no dia anterior. É esse o partido que ajudei a criar e fundar? Hoje, é um partido que sinto que não tenho mais nada a ver com suas estruturas”.

Marta perdeu disputa interna para Fernando Haddad pela prefeitura de São Paulo em 2012 e para Alexandre Padilha no ano passado pelo governo de São Paulo. Ela disse que está “há muito tempo alijada e cerceada, impossibilitada de disputar e exercer cargos para os quais estou habilitada”.

Ainda sem decidir se sairá do PT, Marta disse que tem convites de quase todos os partidos, com exceção do PSDB e DEM.

Correio da Bahia

(Acompanhe as publicações do Nossa Política no Facebook. Curta aqui).

Deixe um Comentário!