História

Getúlio Vargas e os trabalhadores do Brasil em 1º de maio de 1951

Getúlio Vargas e os trabalhadores do Brasil em 1º de maio de 1951

Getúlio Vargas e os trabalhadores do Brasil em 1º de maio de 1951

Em 1º de maio de 1951, no Estádio de São Januário, o presidente Getúlio Vargas fez um discurso reafirmando os seus propósitos de ajudar os trabalhadores do Brasil.

Relembre o discurso de Getúlio Vargas aos trabalhadores do Brasil:

“Trabalhadores do Brasil! Depois de quase seis anos de afastamento, durante os quais nunca me saíram do pensamento a imagem e a lembrança do grato e longo convívio que mantive convosco, vejo-me outra vez aqui, ao vosso lado, para falar com a familiaridade amiga de outros tempos, e para dizer que voltei a fim de defender os interesses mais legítimos do povo, e promover as medidas indispensáveis ao bem-estar dos trabalhadores.

Esta festa de 1º de Maio tem para mim e para vós uma expressão simbólica: é o primeiro dia de encontro entre os trabalhadores e o novo governo, e é com profunda emoção, que retorno ao vosso convívio, neste ambiente de regozijo e de festa nacional, em que nos revemos uns aos outros, a céu aberto, e em que o governo fala ao povo, de amigo para amigo, na linguagem simples leal e franca com que sempre vos falei.

Trabalhadores do Brasil! Não me elegi sob a bandeira exclusiva de um partido e sim por um movimento importante e irresistível das massas populares.

Não me foram buscar na reclusão para que viesse fazer mera substituição de pessoas ou simples mudança de quadros administrativos. A minha eleição teve significado muito maior e muito mais profundo, porque o povo me acompanha, na esperança de que meu governo possa envidar nova era de verdadeira democracia social e econômica, e não apenas para emprestar o seu apoio e a sua solidariedade a uma democracia meramente política, que desconhece a igualdade social.

Percam a ilusão os que pretendem separar-me do povo, ou separá-lo de mim: juntos estamos, e juntos estaremos sempre, na alegria e no sofrimento, nos dias de festa, como o de hoje, e nas horas de dor e de sacrifício.

E, juntos, haveremos de construir um Brasil melhor, onde haja mais segurança econômica, mais justiça social, melhores padrões de vida, num clima novo de segurança e de bem-estar para este bom e generoso povo brasileiro.”

Deixe um Comentário!