Lula aceita fazer delação premiada

A perseguição desenfreada da República de Curitiba gerou um surrealismo que nada tem a ver com o direito penal. E o Lula vai delatar.

A perseguição desenfreada da República de Curitiba gerou um surrealismo que nada tem a ver com o direito penal. E o Lula vai delatar.

A perseguição desenfreada da República de Curitiba gerou um surrealismo que nada tem a ver com o direito penal. E o Lula vai delatar.

Por Fernando Horta, imbatível, do seu Facebook:


E Lula, enfim, acerta para fazer delação premiada:

– Dr. Moro, eu faço a delação, mas eu quero os mesmos direitos do Youssef. Quero ficar com o patrimônio, ficar em casa descansando e receber um percentual de tudo o que a lava a jato “recuperar”. Se for assim eu faço a delação.

– Sr. ex-presidente, se o senhor delatar o Lula aceitamos a sua colaboração e nos mesmos termos do Youssef.

– Então Dr. Moro, eu vou poder finalmente ganhar o triplex, o sitio de Atibaia e o apartamento de Paris?

– Que apartamento senhor ex-presidente?

– O da Foch Avenue, tá no nome do FHC, mas é meu. Já começando a delação. O apartamento é meu.

– Mas senhor ex-presidente, que provas o senhor tem de que o apartamento é seu?

– Aqui, Dr. Moro, tenho um contrato rasurado e sem assinatura. Tem também duas fotos minhas com o FHC, de abraços. Aqui ele dizia no meu ouvido que o apartamento era meu. Pode anotar aí.

– Mas o senhor pagou como pelo apartamento?

– Com as palestras Dr. ganhei muito dinheiro dando palestra. E aí eu depositava na minha conta e dizia pro FHC: “O dinheiro é seu, tá aqui, mas é seu”. É propina pra ele.

– Mas propina referente a que?

– Ora Dr. Moro, ele mandou eu destruir as provas, eu destruí mas eu lembro de tudo. Foi um dinheiro de umas empresas que trabalharam para ele, construíram o tal instituto fhc e trabalhavam também para o governo. É tudo propina. pode anotar aí.

– Mas precisa de provas senhor ex-presidente.

– Bom eu tenho aqui uns rascunho de uns email que eu nunca mandei. Ó … Tá escrito aqui ó “amigo FH propina aguardando sua retirada. câmbio”. “FH”, Dr. Moro, quer dizer Fernando Henrique. Nós bolamos juntos esta senha para dificultar o entendimento da PF. A gente não é tão criativo quanto o pessoal da Odebrecht.

– Mas senhor ex-presidente, isto não é prova …

– Não, Dr. Moro? Mas eu tô fazendo a “premiada” e tô dizendo pro senhor que é meu … aliás, lembrei agora … A mansão de Paraty também é minha … aquela lá dos Marinho … é minha. Tá no nome dos laranja, mas é minha. Tenho até dois ticket de pedágio Rio-Paraty pra provar que é minha.

– Mas senhor ex-presidente …

– Dr. Moro, agora que o senhor já sabe de tudo, eu vou pra casa e o senhor deposita o que acertamos, igual do Youssef, na minha conta, por favor. Vou descansar um pouco.


Deixe um Comentário!