Pesquisa Datafolha enterra pretensões de João Doria

Pesquisa Datafolha enterra pretensões de João Doria

Pesquisa Datafolha enterra pretensões de João Doria

Pesquisa Datafolha é um banho de água fria nos entusiastas da campanha de Doria ao Planalto; mesmo na prefeitura ele começa a amargar reprovações.

Cogitado como salvação da lavoura pela direita elitista de São Paulo – alçado ao posto de melhor candidato entre os tucanos – João Doria vê os seus anseios por disputar as eleições presidenciais de 2018 se desfazerem feito fumaça após a divulgação da última pesquisa Datafolha.

De acordo com o levantamento “a maior parte dos entrevistados (40%) acredita que o tucano permanecerá em sua cadeira de prefeito até o final do mandato. Outros 30% acham que ele será o candidato à vaga de governador e 21% à Presidência”.

“A pesquisa mostrou ainda que, caso Doria seja candidato à Presidência, 26% dizem que votariam nele com certeza. Outros 29% cogitam essa possibilidade, contra 42% que não o escolheriam para o cargo de jeito nenhum”.

Já se sabe, através desta mesma pesquisa, que João Doria bate recorde em aprovação e também em desaprovação, que na pesquisa no início de fevereiro era de 13% contra 20% agora. O ex-prefeito, Fernando Haddad (PT), por exemplo, nos seus três primeiros meses tinha desaprovação de 14%.

Com uma desaprovação de 20% em três meses e com 42% de rejeição caso fosse candidato à presidência, Doria começa a sentir o gosto amargo da ilusão de que ser “gestor” – e não político – bastaria.

1 Comentário

  • A ambição política de Dória é patológica! Ele tem uma personalidade instável. Mal começou o mandado de prefeito, já está de olho em outros cargos, nem que para isso tenha que passar por cima de quem o apoiou! Fidelidade é palavra que não conhece! Vai trabalhar, Dória, pois administrar São Paulo não é brincadeira não!

Deixe um Comentário!