‘O Globo’ publica poemas de Michel Temer na capa

‘O Globo’ publica poemas de Michel Temer na capa

‘O Globo’ publica poemas de Michel Temer na capa – Foto: Reprodução

Quando se espera na pauta da mídia assuntos de interesse nacional como discutir as reformas de Temer, O Globo publica os seus poemas.

A mídia é rasa e tem interesse em sê-lo. Não aprofundar as discussões ou desvirtuar os assuntos que são interesses nacionais cumpre um fator importante de um dos poderes da República.

Muitas vezes a mídia se torna mais importante pelo que não publicou.

A capa de ‘O Globo’, na edição de 11 de março, por exemplo, é uma demonstração clara de que a mídia perdeu a vergonha. Michel Temer foi à Paraíba, inaugurar um dos trechos da transposição do Rio São Francisco.

‘O Globo’ publica poemas de Michel Temer na capa

E afirmou que esta obra não tem “paternidade”. “É do povo brasileiro”. Não satisfeito em ilustrar este momento poético, ‘O Globo’ publicou o trecho de uma poesia de Temer.

Justamente quando o Brasil atravessa uma crise profunda, uma onda de desmontes e cortes, reformas que pesarão nas costas dos mais pobres, um dos mais influentes jornais do país viaja na balela da publicação de uma poesia.

Para entrar no mérito, a poesia é uma péssima composição. Mas pode valer uma cadeira para Temer entre os imortais da ABL. Lá já estão FHC e Sarney.

O Brasil precisa debater.

Subjetividade é o que menos importa quando está em jogo o futuro concreto do país.

3 Comentários

  • Depois do GOLPE, o Brasil vive uma SURUBA INSTITUCIONAL, e vem a REDE ESGOTO DE DESINFORMAÇÃO, publicar poesia do MORDOMO DO DRÁCULA, dizem que a REDE ESGOTO, perdeu a VERGONHA DA CARA, mas como perder algo que NUNCA TEVE, talvez com a lista da Odebrecht vindo a conhecimento público, a mesma convide o PALHAÇO e sua esposa para participarem do BBB. Estão brincando com a cara o povo.

Deixe um Comentário!