Atlético-PR e Coritiba fizeram história ao desafiar a TV Globo

Atlético-PR e Coritiba fizeram história ao desafiar a TV Globo

Atlético-PR e Coritiba fizeram história ao desafiar a TV Globo

Embora o jogo entre Atlético-PR e Coritiba tenha sido cancelado, os dois clubes desafiaram a TV Globo como nunca aconteceu antes no futebol brasileiro.

Da ESPN:


Sem acordo com a Rede Globo, Atlético-PR e Coritiba ousaram e fizeram história no Brasil ao anunciar a transmissão do clássico entre os clubes neste domingo, na Arena da Baixada, através do Youtube.

O confronto marcado para as 17h (de Brasília), no entanto, não aconteceu. O motivo foi a decisão da federação paranaense de não permitir que os times transmitissem a partida através de seus canais nas redes sociais. Ela encaminhou ordem para a equipe de arbitragem não dar o pontapé inicial enquanto as câmeras estivessem em campo.

Segundo a entidade, o contrato com a Globo veta isso.

A medida revoltou ambos os lados.

O detalhe é que nenhum deles conta com contrato com a emissora após se recusarem a assiná-lo diante de uma proposta de em torno de R$ 1 milhão tratada como ‘absurda’.

O técnico Paulo Autuori chegou a retirar os seus jogadores do gramado e voltar para o vestiário enquanto que Paulo César Carpegianni chegou a aguardar por uma decisão do outro lado.

“Queria explicar para as duas torcidas. Atlético-PR e Coritiba não venderam seu direitos (de transmissão) por essa esmola que a Globo quis pagar e hoje estamos fazendo transmissão gratuita pelo Facebook e Youtube. A FPF de forma absurda não quer que o jogo comece se não pararmos a transmissão. Os dois clubes não venderam direitos. Resolvemos fazer transmissão independente e gratuita. Nossa produtora não é ligada a nenhuma TV. Então, não vai ter jogo. Os técnicos estão de acordo”, afirmou o diretor de marketing do Atlético-PR, Mauro Holzzman.

Houve troca de telefonemas entre os presidentes e eles corroboraram a posição.

O vice-presidente do Coritiba, José Fernando Macedo, deu mais detalhes.

“A federação mandou uma ordem para a equipe de arbitragem de que não pode ser feita a transmissão porque existe um contrato com a Globo. O Coritiba e o Atlético-PR se sentem no direito de fazer a transmissão pelo Youtube. Os clubes não vão abrir mão de jogar essa partida”, disse.

Pela lei brasileira, o direito de imagem da partida pertence aos clubes. Nenhum regulamento de federação pode se sobrepor a ele.

O Atletiba foi cancelado após mais de 45 minutos de atraso e volta dos atletas juntos a campo para saudar os torcedores.


Em tempo: No início da noite, a dupla Atletiba divulgou nota oficial:

O Coritiba Foot Ball Club e o Clube Atlético Paranaense informam que o clássico deste domingo (19), no Estádio Atlético Paranaense, não foi realizado devido à decisão da Federação Paranaense de Futebol de não autorizar o início da partida com a transmissão dos clubes em seus canais oficiais, no Facebook e Youtube, contrariando os interesses de seus afiliados CAP e CFC.

Os clubes lembram que a ação pioneira foi realizada, pois as duas equipes não venderam os direitos de transmissão de seus jogos no Campeonato Paranaense, por não concordarem com os valores oferecidos.

Diante da posição arbitrária e sem qualquer razoabilidade da Federação Paranaense de Futebol, os clubes lamentam o prejuízo causado ao futebol paranaense, em especial aos seus torcedores.

Escreva um comentário